Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 14/05/2016 - 17:42h.
Com Cleiton Xavier de maestro, Verdão estreia no Brasileirão goleando o Atlético-PR
Meia participou de três dos quatro gols, anotados por Gabriel Jesus (2), Róger Guedes e Thiago Martins.

Frustrando a expectativa dos mais de 33 mil torcedores presentes ao Allianz Parque, o Verdão não iniciou o jogo pressionando o Atlético-PR, que foi o autor das duas primeiras finalizações; aos 3 minutos Ewandro bateu fraco, nas mãos de Prass. Aos 10, após falta perto da área, Thiago Heleno subiu sozinho e por sorte errou o alvo.

A primeira investida do Palmeiras ao ataque surgiu apenas aos 18 minutos, e foi fatal. Cleiton Xavier lançou Gabriel Jesus, que cruzou para Róger Guedes chegar finalizando; a bola bateu em Thiago Heleno, voltou a bater no atacante Palmeirense e entrou: 1 a 0. Aos 22 Tchê Tchê deu bom passe para Róger Guedes tentar o passe para Jesus, que não acreditou.

A frente no placar, o time do técnico Cuca não mudou a maneira de jogar. O Atlético-PR, com mais posse de bola, também não conseguia passar pelo sistema defensivo alviverde. Com o jogo morno, o árbitro resolveu aparecer. Aos 30 minutos ele não assinalou pênalti de Weverton em Gabriel Jesus; pouco depois, aos 36, Barrios seria expulso se o assistente não o corrigisse; o paraguaio roubou a bola de Paulo André e foi derrubado. O juiz entendeu que houve simulação, e como o camisa 8 já tinha um cartão amarelo, iria para o chuveiro mais cedo. Para amenizar a lambança, ele deixou de expulsar Paulo André.

Após toda essa confusão Cleiton Xavier cobrou a falta, mas como a barreira estava a 5 metros de distância, mandou por cima do travessão. A última oportunidade do primeiro tempo foi para os visitantes, mas o chute de Walter não levou perigo à meta de Prass.

Na etapa final, mesmo sem mudanças, o Verdão fez o que dele se esperava: se impôs. Com 18 segundos o segundo gol saiu. Barrios deu belo passe para Cleiton Xavier, que deu o gol de presente para Gabriel Jesus: 2 a 0. Aos 6 minutos Egídio cobrou falta para Jesus, que fez o goleiro trabalhar.

Só dava Palmeiras. Na cobrança de escanteio originado do lance anterior, Cleiton Xavier cobrou na cabeça de Thiago Martins, que desviou no canto direito de Weverton: 3 a 0. O terceiro gol atordoou de vez a equipe paranaense. Aos 14 minutos Léo derrubou Jesus na entrada da área e como já tinha um cartão amarelo foi expulso.

Com um jogador a mais e a vitória assegurada, o Verdão abdicou da objetividade, se arriscando apenas "na boa". Aos 21 minutos Gabriel Jesus lançou Róger Guedes; o garoto avançou, invadiu a área e de canhota finalizou por cima. Pouco depois Cuca promoveu duas alterações: Moisés e Alecsandro substituíram Cleiton Xavier e Barrios, respectivamente.

Aos 30 minutos outra investida alviverde: após rápida troca de passes na entrada da área a bola sobrou para Jesus bater colocado, mas Weverton se esticou todo para evitar o quarto. Aos 39 Tchê Tchê apareceu como lateral e cruzou na cabeça de Alecsandro, mas a conclusão saiu fraca, fácil para o goleiro.

Quando a torcida se mostrava satisfeita com os 3 a 0, saiu o quarto. Rafael Marques tabelou com Alecsandro e deixou Gabriel Jesus na cara do goleiro; o atacante escolheu o canto e correu para o abraço: 4 a 0 e fim de papo no Allianz Parque. Assim foi a excelente estreia Palmeirense no Brasileirão. O time vai a três pontos e assume a liderança isolada.

Sábado que vem (21/05) o Verdão enfrenta a Ponte Preta, em Campinas. O jogo acontecerá às 16h.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 4 x 0 Atlético-PR
- Ficha técnica de Palmeiras 4 x 0 Atlético-PR
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!