Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 08/09/2016 - 20:40h.
Análise do Vitão: Protagonismo Verde

Saudações Palestrinas!

A maior parte da nossa torcida criou muita expectativa para o jogo de ontem, comigo não foi diferente, eu acreditava em um placar muito elástico dada a fragilidade do SP, não conseguia enxergar o jogo como um clássico, havia uma distância técnica absurda entre as equipes, parecia que estávamos jogando contra o Botafogo – SP (com todo respeito ao time de Ribeirão Preto).

O time do SP veio totalmente fechado, com um objetivo claro de “perder de pouco”, tanto que ao final da partida ao ver o semblante dos jogadores derrotados, enxergávamos uma clara expressão de alívio.

Não gostei do Palmeiras no primeiro tempo, a impressão de que poderíamos vencer a qualquer momento, deixou nossos jogadores muito relaxados em campo. Criamos pouco e nas duas principais chances que tivemos, Rafael Marques e Allione perderam gols feitos, aliás, os dois foram os destaques negativos do primeiro tempo.

Jailson foi um mero espectador, nas poucas oportunidades que o time do SP teve alguma chance de passar do meio-campo, nossa excelente zaga não deixou que a jogada fosse concluída.

Cuca voltou com o mesmo time e o gol do adversário logo no início do segundo tempo fizeram o Palmeiras acordar para ganhar a partida.

Os destaques positivos da Partida, além de Dudu foram Mina e Vitor Hugo, nossos dois gols saíram de jogadas aéreas muito bem finalizadas por nossos zagueirões.

Mina foi uma contratação espetacular, ele é acima da média, infelizmente é um daqueles jogadores que não ficarão muito tempo por aqui.

Gabriel Jesus menos de 24 horas após jogar em Manaus pela seleção brasileira entrou em campo com muita vontade e incendiou o jogo. Teve uma oportunidade incrível de marcar o gol e deu uma assistência espetacular para o Zé Roberto, que perdeu talvez o gol mais feito de sua carreira.

A operação feita pelo Paulo Nobre para trazer o Gabriel Jesus, além de ajudar tecnicamente na partida, deixou claro o motivo pelo qual o Palmeiras é quem dá as cartas hoje, temos um suporte total de nossa diretoria que fornece as melhores condições de trabalho para o Cuca.

Fim de jogo, a sensação inexorável de que poderíamos ter feito muito mais gols permaneceu, mas todos ficamos felizes por mais três pontos.

Do outro lado de forma paradoxal, temos um time que sucumbiu diante de sua arrogância, hoje não é nem sombra do que foi em um passado recente e corre sério risco de amargar um rebaixamento.

Sigam o líder, um líder cada vez mais consciente de seu protagonismo, porém, com alguns lapsos de preguiça que precisam ser resolvidos para que o título não corra riscos de sair de nossas mãos.

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!