Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 29/10/2016 - 21:50h.
Notas de Santos 1 x 0 Palmeiras
Vinícius: 5,0
Muito nervoso no começo do jogo, depois se acalmou e não foi exigido. No lance do gol deu azar da bola bater nas pernas de Vitor Hugo, mas um goleiro mais experiente conseguiria agarrá-la

Fabiano: 3,5
Vinha fazendo um jogo razoável até o lance do gol, em que parou para observar o Santos criar a jogada finalizada por Copete

Leandro Pereira: 3,0
Não foi acionado, mas nas poucas vezes que encostou na bola mostrou que não seria noite

Mina: 5,5
Anulou Ricardo Oliveira e mostrou qualidade na saída de bola

Vitor Hugo: 5,0
Teve muito trabalho para cobrir Zé Roberto

Zé Roberto: 4,5
Defensivamente não foi bem e ofensivamente não existiu. Tentou salvar a atuação aparecendo algumas poucas vezes como elemento surpresa no meio-campo, mas não foi feliz

Jean: 5,0
Muito preso à marcação. Faltou chegar mais vezes na frente e arriscar chutes de longa distância

Tchê Tchê: 5,5
O marcador mais eficiente no meio-campo

Moisés: 5,0
Bem no primeiro tempo, quando coletivamente o time foi melhor. No segundo tempo caiu de produção e ainda tomou um cartão que o tira do próximo jogo

Dudu: 4,0
Atuação estranha, pois costuma crescer em jogo grande. Errou quase tudo que tentou

Cleiton Xavier: 3,0
Jogou por quase 15 minutos e mal tocou na bola

Gabriel Jesus: 4,0
A bola não chegou, mas ele também não mostrou a vontade de outras oportunidades

Allione: 1,0
Péssimo. Atrapalhou quase todos ataques criados pelo time. Parecia jogar em outra sintonia

Rafael Marques: 3,0
Tempo teve para tentar jogar, mas não conseguiu fazer nada

Cuca: 4,0
Admitiu que escalou Allione contra o Sport para dar moral ao jogador após a besteira que havia feito contra o Grêmio pela Copa do Brasil. Ok, deu certo, o time venceu o Sport, não precisava prolongar a caridade para um jogo decisivo fora de casa. Até outro dia o argentino era a quinta opção, de repente vira titular? Tão inexplicável quanto a titularidade, foi a manutenção dele em campo por quase 80 minutos. O erro com Allione foi o mais grave do técnico no jogo, mas ele também foi mal nas alterações. Se o Palmeiras depender da energia de Cleiton Xavier e Rafael Marques para empatar ou virar uma partida, vai morrer de fome. Derrota pra conta do professor, que parece não gostar de tranquilidade
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!