Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 03/04/2017 - 20:34h.
Análise do Vitão: Ratos saem das tocas

Saudações Palestrinas!

Assim que o jogo contra a Ponte Preta terminou, sabíamos que a temporada de jogos “sem-graça” do ano havia se encerrado, agora não tem mais jogo pequeno!

O mês de abril será muito importante; jogos decisivos no Paulista e na Libertadores, onde podemos sacramentar nossa classificação de forma antecipada.

Confesso que ainda não me acostumei com a forma que o Palmeiras está jogando. Ao mesmo tempo que o time se demonstra muito organizado e com um toque de bola muito melhor do que o time do ano passado, também se demonstra apático em alguns momentos.

Ontem, o Novorizontino iniciou o jogo de forma intensa, explorando o nosso único ponto fraco: o lado esquerdo da defesa. Infelizmente o Egídio não é um bom jogador defensivamente; logo na segunda jogada perigosa pelo lado esquerdo de nossa defesa, tomamos o gol.

Depois de tomar o gol o Palmeiras não demonstrou nervosismo e aos poucos foi dominando a partida, que se demonstrava morna até que o fizemos o gol do empate com o Dudu.

O segundo tempo começou com o Palmeiras massacrando, Borja que se demonstrava muito ansioso para marcar, jogou muito bem, cabeceou uma bola na trave, obrigou o goleiro adversário a fazer uma grande defesa depois de jogada espetacular pela esquerda do ataque e depois de muito tentar, fez o gol da virada.

Além de Borja, destaco positivamente o Felipe Melo, Mina, Dudu e o Roger Guedes.

Felipe Melo jogou muito, foi um dos principais destaques da partida: ele é peça fundamental no time, principalmente pela excelente saída de bola: chegou e ganhou o seu espaço naturalmente.

Roger Guedes participou de 50% dos gols marcados nas últimas 5 partidas, foi novamente decisivo ao marcar o terceiro gol, infelizmente foi expulso por comemorar o gol no alambrado.

Final de jogo, classificação definida, provavelmente pegaremos Ponte Preta ou Santos nas semifinais, mas hoje pouco importa contra quem vamos jogar: não precisamos escolher adversário.

Temos quase tudo: Um excelente time, um estádio espetacular, uma torcida apaixonada que comparece nos jogos, porém, temos um presidente que se demonstra conivente, fraco e omisso.

O Mauricio Galiotte erra não somente no tratamento com a WTorre, que marcou show para o dia da final do Campeonato Paulista, mas principalmente por deixar que pessoas ligadas ao Mustafá Contursi ganhem espaço dentro do Palmeiras novamente.

Todo o legado deixado pelo Paulo Nobre começa a ser abalado por conta de um presidente medroso e por que não dizer: Traidor!

Fiquemos atentos! Os ratos estão saindo das tocas e todos sabemos que ratos não são “Nobres”.

Um grande abraço!

Vitão
 
CONFIRA TAMBÉM NO PTD:
-
- Página do Brasileirão
- Números do Verdão na temporada
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
 
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!

 

 
 
 
ENQUETE
 
Untitled Document
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!