Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 29/05/2017 - 13:47h.
Análise do Vitão: Apatia contagiante

Saudações Palestrinas!

Algumas derrotas são mais difíceis de aceitar, se bem que para o Palmeiras qualquer derrota hoje em dia é difícil de ser digerida.

A expectativa gerada para esta temporada foi muito grande e talvez a certeza de títulos citada pelo Eduardo Baptista em sua primeira entrevista como treinador do Palmeiras dificultou muito o seu trabalho; a paciência do torcedor não existe.

Eu fui totalmente a favor da saída do Eduardo, pois ele não demonstrava ter condições de gerir um elenco tão capacitado em momentos críticos, com a chegada do Cuca, sabíamos que ele saberia contornar qualquer crise.

Não perdemos apenas o jogo contra o rival mais intragável que temos, um time fraco e medroso que agradeceu ao Palmeiras pela postura absurdamente apática em campo. Eles conseguiram o “título” mais importante do ano ao vencer a partida de sábado.

Ás vezes tenho a impressão que a certeza do dever cumprido depois do título do Brasileiro de 2016 misturada com soberba de que temos condições de ganhar de todos a qualquer momento atrapalha o Palmeiras.

Não consigo entender a postura do time nos últimos jogos, vemos uma apatia e certo desinteresse em vários momentos durante as partidas. Os jogadores mais experientes não demonstram energia ao cobrar os jogadores mais novos e a passividade inclusive do Cuca contagia o time todo.

Perdemos a partida por quatro motivos: Cuca foi mal, o time estava tomado por uma apatia contagiante, Jean errou o Pênalti em um momento crucial e infelizmente Prass falhou feio nos dois gols, mas ele tem muito crédito.

O time entrou em campo muito modificado, com um esquema 3-4-3, onde o Felipe Melo foi deslocado para a zaga, o que eu acho válido: modificar a formação tática dependendo do adversário, porém, ao ver que isso não tinha surtido efeito o Cuca deveria ter modificado o time para o segundo tempo.

Acho injusto criticar individualmente qualquer jogador, Mina, Keno, Juninho e Guerra tentaram fazer algo, o restante foi lamentável!

Por mais que as estatísticas digam que fizemos um primeiro tempo superior, a grande verdade é que demos apenas um chute perigoso em direção ao gol, e ainda assim terminamos com 60% de posse de bola.

No segundo tempo, entramos perdidos em campo e as modificações tardias feitas pelo Cuca não surtiram muito efeito, quando tomamos o primeiro gol depois de uma falha bisonha da defesa e também do Fernando Prass o time demonstrou que acordaria, dois minutos depois o Jean sofreu Pênalti, ele mesmo bateu e chutou para fora nossa possibilidade de almejar algo na partida.

Depois disso, nos restava esperar pelo apito final; ainda tomamos o segundo gol, mas naquele momento nada importava, o péssimo resultado almejado pelo time havia sido conquistado sem esforço algum.

Confio muito no Cuca, mas espero sinceramente que ele volte de férias, pois até o momento estamos vendo um time preguiçoso em campo, está na hora de dar um choque de realidade em todos eles.

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!