Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 19/06/2017 - 21:06h.
Análise do Vitão: O ano começa agora

Saudações Palestrinas!

A locomotiva está sendo colocada novamente nos trilhos, finalmente vemos em campo um time que faz jus ao reforçado campeão brasileiro de 2016.

Estamos em meio a uma maratona de jogos que se estenderá pelo menos até a metade do mês de agosto, com o intervalo máximo de quatro dias de uma partida para a outra, não é um trabalho para qualquer treinador!

O Cuca está conseguindo implantar sua filosofia de jogo e o time assimilou bem nas últimas partidas que deve melhorar o jogo sem a bola, com foco principalmente na marcação.

Dentro da filosofia de trabalho do nosso técnico, todos os jogadores devem se esforçar ao máximo para ajudar na parte defensiva e o papel dos atacantes é muito importante para conter o avanço dos alas adversários, este é um dos motivos que fez com que o Borja ficasse no banco de reservas.

A apatia que tomava conta do Palmeiras não existe mais: temos um time vibrante em campo, ainda com alguns problemas, principalmente por conta de lesões de jogadores importantes.

Com o time base arrumado poderemos fazer valer o elenco que temos, é muito mais fácil encaixar uma ou duas peças em um time já montado do que colocar vários jogadores não adaptados em um time que não esteja afinado.

Muito se falou do elenco caro e numeroso que montamos para esta temporada, porém, atualmente faltam peças; por exemplo no jogo desta quarta-feira, com a contusão do Thiago Santos não teremos nenhum primeiro volante.

O elenco ainda não está fechado: Bruno Henrique foi contratado, Roger Guedes e Fabiano podem sair, enquanto que um lateral esquerdo e um centro avante devem chegar.

O jogo contra o Bahia trouxe um Palmeiras agressivo em campo: um time que soube enfrentar um desfalcado, mas bem montado adversário.

No primeiro tempo o Palmeiras deixou o adversário com a bola, tanto que no momento em que o Keno sofreu o Pênalti, tínhamos pouco mais de 35% de posse de bola. Roger Guedes assumiu a responsabilidade e bateu bem para marcar o gol de pênalti, Jean não gostou muito, mas o importante é que a bola foi para o fundo das redes.

O Palmeiras continuou combatendo o time do Bahia e buscando contra-ataques rápidos, porém, o time adversário atacou perigosamente em algumas oportunidades. Fernando Prass, recuperado, fez boas defesas; inclusive no gol de empate do Bahia, ele defendeu por duas vezes antes da bola entrar.

Terminado o primeiro tempo era nítido como existia uma tensão no olhar dos jogadores, a preocupação em sair da casa do adversário com a vitória e nos tirar de uma vexatória 15ª posição era evidente.

No segundo tempo o Palmeiras voltou com o Tchê Tchê no lugar do Mayke, Jean, que finalmente fez uma boa partida voltou para a lateral direita, o time melhorou e começou a propor o jogo.

Keno foi o grande nome da partida, fez um golaço e colocou o Palmeiras na frente do placar, o que obrigou o time do Bahia sair ainda mais para o jogo.

Quando Mina fez o terceiro gol, completando desvio do Juninho, parecia tudo definido; mas um gol originado de uma falha bisonha do Juninho colocou o Bahia novamente no jogo.

William, que pouco fez nas últimas partidas fez o quarto gol e definiu o Placar, importante vitória, em um momento crucial, onde ainda temos totais condições de buscar o título brasileiro.

A pena do Felipe Melo foi reduzida, grande notícia! Poderemos contar com o volante na segunda partida das oitavas de final contra o Barcelona do Equador, o que será muito importante!

O ano começa agora! Avanti Palestra!

Um grande abraço!

Vitão
 
CONFIRA TAMBÉM NO PTD:
-
- Página do Brasileirão
- Números do Verdão na temporada
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
 
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!

 

 
 
 
ENQUETE
 
Untitled Document
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!