Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 18/07/2019 - 21:08h.
Análise do Vitão: Futuro em Construção

“Deixem que o futuro diga a verdade e avalie cada um de acordo com o seu trabalho e realizações. O presente pertence a eles, mas o futuro pelo qual eu sempre trabalhei pertence a mim.”

Com certeza quando o Nikola Tesla disse essa frase não estava se referindo ao Palmeiras, mas aproveito para contextualizá-la neste momento do nosso amado verdão.

Antes de mais nada, para que a coluna não pareça um muro de lamentações pela eliminação na Copa do Brasil, deixo bem claro que em minha opinião temos que aceitar a derrota admitir que fomos incompetentes.

Com exceção do Ewerton e do Dudu, o time todo foi morno, apático e flertou o tempo todo com a preguiça; não demonstrou a mínima vontade de vencer.

Contra o São Paulo podem notar que o adversário ganhou na vontade em três divididas de bola antes de fazer o gol e ontem contra o Inter aconteceu a mesma coisa: quando capacidade técnica e vontade andam juntas, dificilmente não teremos um time vitorioso.

Felipe Melo e Bruno Henrique estavam irreconhecíveis, ambos erraram lances fáceis e demonstraram um nível de desconcentração incomum para jogadores de um elenco que ainda pode fazer história.

A zaga falhou em alguns poucos lances que não costuma falhar, mas no jogo de ontem estava muito mais exposta.

Sim, somente o futuro dirá se estou certo em minhas afirmações, mas não consigo enxergar o Palmeiras campeão da libertadores com o Deyverson no time titular.

Com certeza já o elogiei em alguns momentos e critiquei em tantos outros, como deve ser a vida: ninguem deve ter licença poética para errar tanto sem sofrer as consequências.

Ele é o maior culpado pela eliminação, não pela péssima partida ontem: mas por ter errado em três lances fundamentais que poderiam ter definido o confronto no primeiro jogo.

É complexo comentar os pênaltis, Gomez bateu muito mal e Moisés novamente perdeu um penal decisivo, não acho que a decisão por pênaltis seja decidida na sorte ou azar, é competência pura. Ewerton foi muito bem, mas infelizmente não conseguimos a classificação.

Não ficarei triste por essa eliminação se ela servir para colocar as coisas em seus devidos lugares, principalmente no que se refere ao foco dos jogadores.

Voltando a frase do Tesla, estamos construindo um futuro: ontem tropeçamos, mas hoje é o momento de se levantar, admitir os erros e corrigi-los.

O Vitor Hugo deve chegar e será um excelente reforço, Antônio Carlos é o jogador que mais destoa deste elenco; desta maneira vai faltar “apenas” um centro avante titular, que não pode ser qualquer um, tem que ser: “o cara”.

Quando o Ricardo Goulart saiu, seja lá qual foi o real motivo já deveríamos ter uma contratação impactante para o nosso ataque engatilhada, perdemos muito tempo e o resultado esportivo por enquanto só foi prejudicado na copa do Brasil, o que eles estão esperando? Mais uma eliminação?

Vamos lá Mattos, chegou a hora de dar a cara à tapa e assumir a sua responsabilidade, temos um excelente elenco que é carente na posição mais importante. A qualidade do restante do time mascarou essa falta até agora: mas ficou muito claro que não podemos mais esperar, temos que correr em todos os sentidos para que o futuro corrobore nossas ações do presente.

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!