Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 10/03/2020 - 23:21h.
Com 3 gols de Luiz Adriano, Verdão vence o Guaraní-PAR e lidera o Grupo B da Libertadores
No Allianz Parque, Palmeiras conta com a estrela do camisa 10 para vencer por 3 a 1. Time de Luxa chega a 6 pontos e vira líder isolado.

Com Marcos Rocha de volta ao time titular, o Verdão iniciou o jogo esboçando uma pressão pra cima do Guaraní. Logo aos 2 minutos Rony aproveitou bobeada do zagueiro, tocou para Luiz Adriano que serviu Dudu, mas o camisa 7 furou na cara do goleiro; a bola, então, sobrou para Willian, que chutou em cima de Servio. Após intenso bate-rebate, a defesa paraguaia enfim conseguiu tirar a bola da área.

Na confusão, o goleiro sofreu uma pancada no nariz e precisou de atendimento médico. Foram 4 minutos de paralisação. Quando a partida recomeçou, o Palmeiras tentou manter o ritmo, mas o que de melhor conseguiu foi um cruzamento de Dudu para Viña que o lateral escorou para fora, aos 7 minutos. Depois disso o time do técnico Vanderlei Luxemburgo passou a encontrar muita dificuldade para chegar perto do gol adversário.

Aos 17 minutos, num raro momento em que saiu para o jogo, o Guaraní levou perigo: após cobrança de escanteio a bola foi escorada pelo alto e Weverton precisou dividir com Angel Benítez para fazer a defesa. A chance criada não fez a equipe paraguaia mudar de tática.

Diante de um adversário todo recuado e abusando da cera, o Palmeiras foi ficando cada vez mais nervoso, isso fez com que o time finalizasse mal as poucas oportunidades que viriam a ser criadas. Aos 27 minutos Rony foi à linha de fundo e cruzou para Ramires, que não alcançou. Aos 28 Luiz Adriano deu uma de ponta e também tentou acionar o camisa 18, que tentou concluir de letra, sem sucesso.

Aos 32 minutos Felipe Melo inverteu o jogo para Viña, o lateral enfiou para Rony e o camisa 11 cruzou para… ninguém. Aos 34 Dudu sofreu falta e Bruno Henrique cobrou próximo ao travessão. Nos últimos 15 minutos da etapa inicial, contando os 5 de acréscimo, nada aconteceu.
 
Sem alterações, o Verdão voltou para o segundo tempo com o ânimo mais controlado e melhor disposto taticamente. Aos 2 minutos Marcos Rocha cruzou, Luiz Adriano ajeitou e Willian escorou fraco, fácil para o goleiro. Aos 6, Rony experimentou um chute colocado de fora da área, mas Servio estava atento.

Principal válvula de escape do Palmeiras, aos 7 minutos Rony arrancou do meio-campo e sofreu falta. Enquanto os jogadores do Guaraní reclamavam, Marcos Rocha cobrou rapidamente para Dudu, que deu uma cavadinha para Luiz Adriano dominar e tocar na saída do goleiro: 1 a 0.

Enquanto a equipe paraguaia ainda tentava entender o gol sofrido, o Palmeiras partiu em busca do segundo. Aos 14 minutos Luiz Adriano foi lançado e cruzou sob medida para Rony, que na cara do goleiro – mas atrapalhado por um zagueiro – conseguiu chutar para fora.

Aos 17 minutos Merlini arriscou um chute da entrada da área, nas mãos de Weverton. Aos 18 Ramires sentiu cãibras e foi substituído por Patrick de Paula. Aos 25 minutos outra investida dos visitantes, novamente em chute de longe: Barrientos finalizou, Felipe Melo desviou no meio do caminho e mandou para escanteio, que não resultou em nada.

Ainda em busca do primeiro gol pelo clube, Rony tentou desencantar aos 26 minutos num chutaço de fora da área que passou perto do travessão. No lance seguinte o Verdão trabalhou bem a bola e chegou ao segundo gol. Bruno Henrique tabelou com Rony e o camisa 11 que deu lindo passe para Luiz Adriano chutar no canto direito de Servio: 2 a 0.

Com um placar mais confortável, Luxa mexeu novamente aos 30 minutos: Zé Rafael entrou no lugar de Willian. A partir da entrada do camisa 8, o Palmeiras diminuiu o ritmo. Aos 39 o técnico ainda trocou o pendurado Gustavo Gómez por Vitor Hugo. Perto do fim, aos 43, quando o time administrava os 3 a 0, a defesa vacilou ao não formar direito a linha de impedimento e Bobadilla descontou: 3 a 1. E foi só.

Com a vitória – a 100ª na competição continental, o Verdão chega a 6 pontos e vira líder isolado do Grupo B da Libertadores, 3 pontos a frente do próprio Guaraní, e 3 a mais que o próximo adversário, o Bolivar, que derrotou o Tigre por 2 a 0 na Bolívia.

O Palmeiras volta a campo às 16h30 de sábado (14/03) para enfrentar a Inter de Limeira, em Limeira.
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!