Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 24/01/2010 - 18:58h.
Palmeiras vacila e cede empate ao Ituano

Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

O Palmeiras foi a campo com um desfalque de última hora; Léo sentiu um desconforto muscular e foi vetado pelo departamento médico. Gualberto o substituiu.

Mesmo sem um importante titular, o time do técnico Muricy Ramalho iniciou a partida sem tomar conhecimento do Ituano, de Juninho Paulista. Antes dos cinco minutos três chances claras de gol já haviam sido criadas; Diego acertou a trave, Robert chutou à esquerda do goleiro e Danilo exigiu de Éder uma boa defesa.

O gol Palmeirense parecia questão de tempo. Aos 15 minutos Figueroa cruzou para Robert desviar de cabeça; a bola acertou outra vez a trave. Aos 18 Robert voltou a perder chance incrível: Armero chutou fraco, a bola foi em sua direção mas ele furou.

Dos 20 aos 30 minutos a partida deu uma esfriada, mas no minuto 31 o gol enfim saiu. E quase foi para o Ituano... Após saída de bola errada do sistema defensivo, Alessandro por pouco não encobriu Marcos; no contra-ataque Diego Souza recebeu lançamento, passou por um defensor e fuzilou a meta de Éder: 1 a 0.

Em vantagem no marcador do Verdão diminuiu o ritmo, à espera do apito final do juiz.

O segundo recomeçou com o Ituano chegando ao empate. Gualberto furou, Anderson chutou, a bola sobrou para Juninho Paulista finalizar no contrapé de Marcos: 1 x 1.

O gol do time visitante não abalou o Verdão, que manteve a postura ofensiva do primeiro tempo. Aos 9 minutos Robert puxou contra-ataque e mesmo na cara do goleiro preferiu tocar para Diego, que sem ângulo chutou para fora. Aos 11 Cleiton Xavier acertou o cruzamento e Robert o gol: 2 a 1. Só dava Palmeiras.

Aos 15 minutos Cleiton Xavier tentou o gol chutando colocado; a bola saiu rente à trave esquerda. Na sequência o Verdão retomou o bola e armou um ataque fatal: Cleiton Xavier deixou Deyvid Sacconi na cara do gol: 3 a 1.

O jogo parecia definido a favor do Palmeiras, que a essa altura já havia perdido o zagueiro Gualberto expulso. Desgastado fisicamente, o time do técnico Muricy Ramalho acabou castigado por falhas individuais.

Aos 36 minutos a arbitragem não assinalou falta em Diego Souza, o Ituano cobrou o lateral e Juninho arriscou, Armero tentou afastar, a bola bateu em Danilo e entrou: 3 a 2. Quatro minutos depois de novo Armero errou ao dar um bicão no adversário; após bate-rebate na área a bola sobrou para Rodrigão: 3 a 3.

Nos minutos finais cada time ainda desperdiçou uma chance de sair com a vitória, o Ituano com Anderson e o Palmeiras com Danilo. Sob protestos da torcida o juiz encerrou a partida no Palestra Itália.

> Veja na TV PTD os gols do jogo - Clique aqui

Quarta-feira (27/01) o Palmeiras enfrenta o Monte Azul em Ribeirão Preto. O jogo está marcado para às 21h50. Léo é a única dúvida.


 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!