Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 16/05/2010 - 20:31h.
Empate com sabor de... Vergonha!
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Sem Lincoln, machucado, o Palmeiras foi a campo com três volantes, tendo apenas Cleiton Xavier como homem de criação. Além do excesso de marcadores, o técnico Antônio Carlos não deu liberdade para Armero e Vítor atacarem, fazendo com que a dupla de laterais formasse uma linha de quatro zagueiros junto de Léo e Edinho. O Vasco agradeceu a retranca Palmeirense e partiu em busca do gol, que só não saiu porque a pontaria de seus atacantes estava desregulada.

Aos 5 minutos Nilton desviou cruzamento de cabeça para fora; aos 13 Coutinho chutou para boa defesa de Marcos; aos 17 Léo errou ao sair jogando, a bola sobrou para Elton finalizar com perigo à esquerda. Aos 21 Léo Gago arriscou de fora da área por cima. Só dava Vasco. Aos 26 minutos Ramon soltou a bomba para outra defesa de Marcos; aos 30 Souza chutou por cima; dois minutos depois Caíque furou na cara do goleiro Palmeirense.

Aos 36 minutos enfim o Palmeiras conseguiu atacar; Cleiton Xavier enfiou para Márcio Araújo, que fintou o goleiro mas se jogou. O juiz acertou ao não marcar o pênalti. O lance de perigo foi único, pois em seguida o Vasco voltou a desperdiçar uma boa chance; aos 37 Cleiton Xavier trombou com Marcos, a bola ficou com Souza que isolou. Assim foi o primeiro tempo em São Januário, onde apenas uma equipe quis jogar futebol.

Na etapa final, mesmo sem mudanças, o Palmeiras voltou um pouco menos medroso, mas ainda muito mal. Aos 13 minutos Robert quase aproveitou um vacilo do sistema defensivo do Vasco, mas o goleiro Fernando chegou antes. Aos 17 Elton voltou a assustar Marcos num chute cruzado.

Dos 20 aos 30 minutos, o time de Antônio Carlos atravessou seu melhor momento na partida. Aos 20 Cleiton arriscou da entrada da área por cima; Aos 26 Robert chutou de fora cruzado à direita de Fernando. Três minutos depois Cleiton Xavier voltou a levar perigo num chute que saiu por cima do travessão do goleiro adversário.

Quando o time estava se encaixando, Zago promoveu duas mudanças que não acrescentaram absolutamente nada; Bruno Paulo entrou na vaga de Ewerthon e Marquinhos no lugar de Robert. Nos minutos finais Palmeiras e Vasco mostraram-se satisfeitos com o empate e apenas esperaram o apito final do juiz. Jogo vergonhoso para a tradição dos dois clubes.

O Palmeiras volta a campo sábado que vem (22/05) para enfrentar o Grêmio no Palestra Itália. O jogo está marcado para às 18h30.

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!