Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 17/10/2010 - 20:24h.
Palmeiras perde dois pontos em casa
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

A torcida Palmeirense que foi à Arena Barueri quase comemorou um gol relâmpago, pois com um minuto de bola rolando Lincoln perdeu chance incrível após cobrança de falta de Marcos Assunção. Parecia que seria fácil. Parecia...

O Ceará não acusou o susto e conseguiu neutralizar as investidas do Verdão. Bem na marcação, os visitantes também não demonstravam porio ofensivo, o que deixou a partida ruim. Restava ao Palmeiras as bolas paradas de Marcos Assunção. E foi com uma delas, aos 21 minutos, que surgiu a segunda finalização ao gol de Michel Alves, mas a bola saiu à direita.

Aos 22 Lincoln conseguiu armar uma boa jogada e cruzou para Rivaldo, que finalizou muito mal. O Ceará só foi fazer Deola trabalhar aos 28 minutos, numa cabeçada fraca de Magno Alves. Nos últimos 15 minutos o time de Felipão enfim conseguiu sair da marcação e eboçou uma pressão.

Aos 30 minutos Assunção levantou para Danilo cabecear por cima. Aos 43 Tinga avançou pela direita e cruzou para Lincoln; na primeira finalização a zaga o bloqueou, mas no rebote o camisa 99 chutou livre, porém fraco e torto.

A etapa inicial caminhava para o seu final até que aos 44 minutos Tinga sofreu falta na entrada da área; Marcos Assunção foi para a cobrança e fez a torcida soltar o grito de gol que estava engasgado desde o primeiro lance: 1 a 0.

No segundo tempo o Palmeiras voltou disposto a administrar o resultado, se lançando pouco ao ataque. Percebendo a tática alviverde, o Ceará passou a ditar o ritmo da partida.

Com mais posse de bola, os visitantes trocavam passes com facilidade. Aos 21 minutos Magno Alvez chutou por cima. Aos 22 Anderson arriscou e Deola espalmou. Aos 24 Reina soltou a bomba e viu a bola explodir na parte de fora da trave direita. O gol do Ceará parecia questão de tempo. E foi o que aconteceu.

Exageradamente recuado (contra o dono do pior ataque do campeonato), o time de Felipão foi castigado aos 37 minutos. Márcio Araújo cometeu pênalti absolutamente infantil em Magno Alves e Geraldo não desperdiçou: 1 a 1. Com a igualdade no placar, o Palmeiras resolveu atacar mas o que de melhor conseguiu foi uma sequência de escanteios que não resultou em nada.

Com o empate o Palmeiras vai a 44 pontos, perde a chance de encostar de vez no G3 e o pior: cai na classificação, de nono para décimo.

Sem Valdivia, mas com Kleber de volta, o Verdão define a vaga nas quartas de final da Sul-Americana contra o Universitario às 22h de quarta-feira (20/10), novamente na Arena Barueri.

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!