Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 14/11/2010 - 18:51h.
Reservas fazem feio em Goiânia

Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Com apenas 2 titulares em campo (Danilo e Márcio Araújo), o Verdão iniciou bem o jogo, marcando a saída de bola do Atlético-GO e tentando alguns ataques. Aos 7 minutos Ewerthon chutou colocado mas errou feio. Aos 12 Luis Felipe roubou a bola na intermediária e soltou a bomba; Márcio espalmou.

Lutando para não cair, os donos da casa só foram acordar depois dos 15 minutos. Aos 17, 18 e 19 a equipe de Renê Simões criou três boas chances para abrir o marcador; na primeira Thiago Feltri chutou para fora, na segunda Juninho finalizou quase sem ângulo e Bruno foi buscar. Na terceira e mais perigosa, Josiel subiu mais alto que toda defesa e cabeceou para ótima defesa de Bruno.

Passada a pressão, o Palmeiras voltou a ter o domínio da partida, mas pecava na criação das jogadas. Já o Atlético também não demonstrava grande poderio ofensivo. Com esse panorama, o gol só poderia sair de um erro, e foi o que aconteceu. Aos 29 minutos Leandro Amaro deu um bicão, Luis Felipão não dominou e proporcionou um contra-ataque que resultou num escanteio; na cobrança de Robston Agenor cabeceou na trave mas no rebote Gilson não desperdiçou: 1 a 0.

Em vantagem no placar, o Atlético tratou de valorizar a posse de bola enquanto que o Palmeiras seguia sem a menor criatividade para tentar o empate. Aos 46 minutos Pierre ainda arriscou uma finalização de longe, mas viu a bola sair por cima. Em seguida o juiz encerrou a etapa inicial.

O segundo tempo começou corrido. Logo aos 2 minutos o Palmeiras reclamou um pênalti de jairo, alegando bola na mão, mas o árbitro nada assinalou. No lance seguinte o Atlético chegou com perigo numa cabeçada de Marcão.

Quando Verdão dava indícios que teria condições de buscar o empate, acabou sofrendo o segundo gol, e de novo originário de um erro. Robston aproveitou passe errado, avançou e de bico aumentou a fatura: 2 a 0.

O segundo gol foi a senha para Felipão poupar Márcio Araújo e Ewerthon, tirando-os de campo para as entradas de Tadeu e Jean, respectivamente. O treinador Palmeirense só não contava que aos 16 minutos Danilo fosse expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Atrás no marcador e com um homem a menos, o Verdão sucumbiu. Já o Atético aproveitou a tarde infeliz do sistema defensivo alviverde para transformar a vitória em goleada. Aos 19 minutos Marcão fez bela jogada pela direita e tocou para Robston finalizar de primeira: 3 a 0.

Com os três pontos garantidos os donos da casa diminuiram o ritmo e acabaram cedendo alguns espaços, pouco aproveitados pelo Palmeiras, que ainda teve com Dinei, em duas oportunidades, a chance de fazer o gol de honra, mas não deu. Com o resultado o time de Scolari permanece na décima colocação com 50 pontos.

Vamos ao que interessa... Quarta-feira (17/10) o Verdão inicia a disputa das semifinais da Copa Sul-Americana contra o Goiás, às 21h50 no estádio Serra Dourada.

Notas: excepcionalmente hoje não faremos a avaliação individual. O destaque positivo foi Bruno, o restante do time foi todo muito mal.

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!