Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 16/06/2019 - 21:34h.
Análise do Vitão: Ascensão, apogeu e APOGEU

De tempos em tempos ciclos se iniciam da mesma forma que terminam, na maioria das vezes não conseguimos identificar um bom ciclo logo em seu início.

Quando o Paulo Nobre assumiu um Palmeiras totalmente esfacelado, sem dinheiro, na segunda divisão pela segunda vez em um curto período de 10 anos, poucos imaginavam que ali se iniciava um ciclo que pode ser o mais vitorioso de nossa história.

Não creio que estejamos no final deste ciclo vitorioso, da mesma forma que todos os impérios bem como suas figuras importantes passaram pela ascensão, apogeu e queda, entendo que o Palmeiras ainda não atingiu o seu apogeu neste ciclo.

Sendo mais objetivo, mesmo com a conquista de um sonhado bicampeonato da libertadores e talvez mais um campeonato mundial, ainda não creio que será o apogeu deste ciclo do Palmeiras.

A solidificação no cenário nacional como o clube mais rico e organizado fará com que nosso apogeu seja mais duradouro.

Muito se ouve sobre fair play financeiro, aliás, o mesmo fair play que figura nas regras do campeonato, mas não é convenientemente cumprido: se tornou mais um instrumento de subjetividade no futebol, assim como o VAR.

Rivais esperneiam de forma vergonhosa reclamando que somos beneficiados por termos um patrocinador que em suas teorias “epicondelíticas” paga mais do que deveriam para o Palmeiras.

Hoje somos o clube mais organizado do País, não apenas por termos uma situação financeira diferenciada, mas sim pelo fato de que a nossa torcida não é massa de manobra televisiva que repete aquilo que é mais simples de se aceitar.

Aliás, não foi o Paulo Nobre, Galiotte, Leila ou qualquer nome que tenha definitivamente colocado o Palmeiras em seu devido lugar, mas sim a nossa torcida que nunca o tirou de lá! Podemos não ser a maior em números, mas somos a torcida mais engajada e consumidora do futebol brasileiro.

Todos os que insistiram em nos subestimar estão sentindo o peso de suas relutantes posições de desdém, a Adidas não nos valorizou e hoje basta fazer uma procura no Google que várias notícias apontam o sucesso da parceria entre Puma e Palmeiras.

E o que falar da Rede Globo? Teve que ceder e aceitar nossas condições para que pudesse transmitir nossas vitórias.

Que saibamos aproveitar este momento para nos prepararmos para que o nosso futuro seja sólido e quem sabe não sofrermos com um previsto declínio cíclico.

Todo Palestrino com mais de 30 anos e alguns prodígios com um pouco menos lembram exatamente o que aconteceu há 20 anos atrás, foi no Palestra que vi acontecer!

Para os que gostam de coincidências: 20 anos depois, com o mesmo técnico, em um ano de final 9, poderemos disputar a final do mundial contra um clube inglês.

Após a parada para a disputa desta porcaria da Copa América, o Palmeiras deve voltar muito mais forte; a boa contratação do Ramires é um aperitivo do que pode vir por aí, creio que teremos pelo menos uma ótima surpresa para o restante da temporada.

Abrindo um pequeno adendo para falar da Copa América, que o Gustavo Gomez seja o melhor jogador da competição e de preferência elimine a “Seletite”.

O que o Palmeiras vem fazendo é algo inimaginável atualmente, 32 jogos de invencibilidade no campeonato Brasileiro e apenas nove gols sofridos nessa temporada, somos contemporâneos de uma história que pode ser ainda mais espetacular.

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
 
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!