PASSEI PRA LEMBRAR, QUARENTA E OITO HORAS DEPOIS ( 28/07/2017 )
 


Esperei pelo prazo necessário, para que a luz do bom senso nos ilumine.

Não posso e não medirei pela régua adversária a campanha de 2017 do clube com o qual partilhamos os nossos corações.

Não é porque a concorrência deixa de depositar os direitos de imagem de seus atletas que a "Sociedade" fará o mesmo, institucionalizando o calote.

Não é porque a concorrência trabalha com um modestíssimo orçamento que a "Sociedade" deixará de investir no elenco.

Entendemos perfeitamente as contas e não podemos nos iludir. Atrasos salariais e times limitados não nos levam longe. Mais do que ninguém, a "Sociedade" assistiu tais filmes repetidas vezes e pode aferir a realidade dos fatos.

Acaso não é planejamento e à luz do "jeito brasileiro de ser", um dia, a conta chega.

A falta de perspectivas pode levá-lo à frente, emocionalmente forte e entusiasmado. Contudo, um dia, a vida lhe cobrará um papel de personagem principal e não oferecerá tempo ao improviso. Viva o presente intensamente, mas não deixe de pensar no dia de amanhã.

Olhe ao seu redor e faça a seguinte pergunta: "Alexi Stival" acertará as linhas alviverdes?

Eu tomarei a liberdade e responderei: Certamente.

Otimismo deste colunista? É possível!

Entretanto, após três jogos fora de casa, a "Sociedade" dá sinais de melhora. A conta-gotas, mas em franco crescimento.

É bom não esquecer que o time alviverde não jogou contra o vento. Foram adversários competitivos e que procuraram no mando de jogo fazer a diferença.

Agora é bola pra frente. Chega de lamentações. Três jogos mais - Avaí (c), Botafogo (f) e Atlético PR (c) - , até o mais importante - Barcelona (Equador).

Estamos em vigília e não vergaremos facilmente.

Confiança é a palavra-chave.

Reguemos o nosso jardim, nos preocupemos com ele e ignoremos o alheio.



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!