Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 29/01/2012 - 18:52h.
De volta à rotina dos empates...
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Apesar do calor, o jogo começou movimentado em Catanduva, com o Palmeiras esboçando uma pressão. Aos 5 minutos Juninho cruzou para Ricardo Bueno dominar e tentar a finalização, impedida por seu marcador no último momento. Logo na sequência Maikon Leite chutou colocado, para fora.

Com uma escalação ofensiva (Daniel Carvalho, Luan, Maikon Leite e Ricardo Bueno), o Verdão parecia querer resolver logo a partida. Aos 6 minutos Marcos Assunção cobrou escanteio e quase marcou um gol olímpico. Acuado, o Catanduvense só foi chegar ao ataque pela primeira vez aos 17 minutos, num chute torto de Anderson.

Após a pressão inicial, o Palmeiras diminuiu o ritmo, o que tronou a partida chata. A torcida só voltou a se levantar na arquibancada aos 32 minutos, quando Ricardo Bueno foi empurrado dentro da área, num pênalti ignorado pelo árbitro. Aos 36 Maikon Leite experimentou de fora da área, a bola desviou e saiu por cima.

O último lance de perigo da etapa inicial foi para os donos da casa, aos 38 minutos, com Wahington; o atacante recebeu passe e da entrada da área soltou a bomba para boa defesa de Deola.

No segundo tempo os dois times voltaram sem mudanças, e o jogo também não mudou. Aos 4 minutos Marcos Assunção deixou Luan na cara do goleiro, mas o camisa 11 preferiu finalizar de primeira ao invés de dominar; resultado: a bola bateu em sua canela e saiu.

Diferentemente da etapa inicial, o Catanduvense não demorou a assustar. Aos 7 minutos Washington arriscou de longe, para fora. Aos 11 Alemão cobrou falta e viu a bola bater na trave. A resposta do Verdão veio na mesma moeda. Aos 15 Marcos Assunção cobrou falta com a precisão de sempre; o goleiro sequer se mexeu, mas também viu a bola parar no poste.

Aos 18 minutos, em nova cobrança de falta, Assunção levou perigo novamente, mas dessa vez João Paulo voou e evitou a abertura do placar. A partida caminhava num ritmo cadenciado até que aos 27 minutos, de forma irresponsável e imcompreensível, Leandro Amaro colocou a mão na bola dentro da área. Pênalti inquestionável para o Catanduvense; Osny cobrou e fez: 1 a 0.

Atrás no marcador, o Verdão se lançou ao ataque. Aos 35 minutos Marcos Assunção chutou de longe e exigiu do goleiro uma boa defesa. Na cobrança do escanteio o gol do empate saiu; Assunção levantou e Fernandão se antecipou à zaga para decretar a igualdade: 1 a 1.

Nos minutos finais a partida ficou ainda mais aberta. Aos 42 Osny fuzilou Deola, que foi buscar. Aos 44 Fernandão errou ao escorar para fora um levantamento vindo da esquerda. Aos 46, na última chance do jogo, Patrik finalizou rente ao travessão. E foi só. Com o resultado, o time de Felipão vai a 5 pontos e se distancia um pouco dos líderes, que somam 9.

Quarta-feira (01/02) o Palmeiras recebe o Mogi Mirim, no Pacaembu (às 22h). Valdivia, com dores no tornozelo direito, ainda é dúvida.

Mais Catanduvense x Palmeiras:

- Avaliação do PTD e notas
- Ficha técnica
- Assista aos gols do jogo


 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!