Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 28/03/2012 - 23:58h.
Força do grupo garante os três pontos
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Já sem Henrique, suspenso, o Verdão foi a campo também sem Leandro Amaro e Maikon Leite, vetados em função de uma virose. Sem os titulares, Felipão escalou Román e Maurício Ramos na zaga, promoveu a estreia de Wesley (no lugar de João Vítor) e escalou Vinícius ao lado de Barcos. Com tantas mudanças, o time mostrou desde cedo que teria certa dificuldade em função da falta de entrosamento.

A primeira investida surgiu aos 8 minutos numa jogada individual de Vinícius que terminou com o goleiro fazendo a defesa. Aos 12 o Paulista respondeu com Reinaldo, numa finalização que parou em Deola. Aos 12 Valdivia serviu Wesley, mas o camisa 87 errou o chute, facilitando a vida de Wagner.

Jogando num ritmo cadenciado, o Verdão voltou a perder boa chance de ataque aos 22 com Valdivia, que demorou a finalizar e acabou cruzando mal. Percebendo que poderia atacar, os donos da casa se soltaram e criaram chances para abrirem o placar em duas boas finalizações do lateral Reinaldo; na melhor delas o camisa 6 rival fez Deola voar bonito para espalmar um chute que parecia um cruzamento.

Nos minutos finais da etapa inicial a partida voltou a ficar cadenciada. A melhor oportunidade acabou sendo uma falta mal executaa por Valdivia; a bola ficou na barreira, a exemplo de Marcos Assunção, que deveria ter batido.

No segundo tempo o Palmeiras voltou com Daniel Carvalho no lugar de Vinícius. Não demorou muito para todos notarem a evolução do time. Aos 5 minutos o camisa 83 passou por dois marcadores e bateu de fora da área, para fora. Aos 7, porém, o Paulista assustou com Diego Ivo, que desperdiçou um gol claro, praticamente debaixo do travessão.

Passado o susto, o time de Felipão voltou a levar perigo. Aos 13 minutos Barcos caebecou, Valdivia e Román se atrapalharam e perderam ótima chance. Cansado, Wesley foi substituído por João Vítor aos 16, e pouco depois foi a vez do apagado Valdivia dar lugar a Ricardo Bueno.

Mesmo sem apresentar um bom futebol, o Palmeiras seguia melhor. Aos 24 minutos Márcio Araújo fez ótima jogada individual e tocou para Barcos; o Pirata fintou duas vezes o mesmo marcador e bateu para defesa do goleiro, que evitou o que seria um golaço. No lance seguinte Daniel Carvalho tentou o chute colocado, mas errou o alvo.

Aos 32 minutos Daniel cobrou falta e por pouco Marcos Assunção não conseguiu o desvio de cabeça. Após essa chance, a partida ficou truncada e a torcida presente ao estádio Jayme Cintra já começava a se conformar com o empate, mas aos 42 João Vítor bateu bonito de fora da área; a bola ainda bateu na trave esquerda do goleiro antes de entrar: 1 a 0.

Nos minutos restantes o Palmeiras tratou de segurar a vitória a qualquer custo. O resultado leva o time a 35 pontos, e o mantém vivo na disputa pela liderança.

Sábado (31/03) o Verdão recebe o Mirassol, às 18h30, no Pacaembu.

Mais Paulista 0 x 1 Palmeiras:

- Ficha técnica
- Observações e notas
- TV PTD: o gol do jogo
- Classificação atualizada

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!