Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 31/03/2012 - 20:26h.
2011 revive
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Com os retornos de Henrique e Maikon Leite, além da manutenção de Wesley como titular, o Verdão começou o jogo um pouco superior ao Mirassol, mas apesar de manter a posse de bola, errava na hora do último passe. A primeira jogada certa surgiu apenas aos 10 minutos com Barcos, que fintou seu marcador e enfiou para Wesley, mas o camisa 87 chegou atrasado.

Aos 14 minutos, porém, no primeiro contra-ataque dos visitantes, a torcida presente ao Pacaembu percebeu que a partida seria complicada. Samuel arriscou da entrada da área e viu a bola tirar tinta do ângulo direito de Deola. A resposta do Palmeiras veio aos 15; Daniel tocou para Wesley bater cruzado, para fora. Aos 17 Maikon Leite fez boa jogada e foi derrubado perto da área; o melhor seria cobrar a falta, mas Juninho quis dar seguimento à jogada e chutou torto, sem perigo para o goleiro.

Passado os 20 minutos iniciais o Mirassol se soltou ainda mais e só não abriu o placar por acaso. Aos 22, Henrique falhou, Sergio Manoel surgiu livre na cara de Deola e bateu para fora. Aos 23 Preto tentou o chute colocado, a bola desviou em Artur e saiu. Aos 36 Samuel perdeu outra boa chance na frente do goleiro Palmeirense, que ainda conseguiu desviar com a ponta dos dedos. Quatro minutos depois Preto fez Deola trabalhar novamente num chute da entrada da área.

Nos últimos minutos da etapa inicial os visitantes seguiram superiores, mas diminuiram o ritmo, para alívio do desnorteado sistema defensivo alviverde.

No segundo tempo, embora sem alterações, o Verdão voltou com outra atitude. Buscando o jogo pelas alas, o time de Felipão não demorou a criar jogadas de perigo. Aos 10 minutos Wesley quase marcou seu primeiro gol; o volante chutou cruzado, o goleiro espalmou, a bola bateu num zagueiro e voltou pro goleiro.

Aos 11 novamente o camisa 87 levou perigo num chute de fora da área; Fernando Leal deu rebote e na dividida com um zagueiro Daniel Carvalho isolou. O gol do Palmeiras parecia amadurecer. Aos 15 minutos Daniel Carvalho fez linda jogada individual mas errou na finalização ao mandar por cima. Quando a torcida se animava, porém, o Mirassol deu o bote.

Aos 22 minutos Henrique errou ao sair jogando e Maurício Ramos o cobriu, mas cedeu um escanteio bobo. Na cobrança de Xuxa, Deola errou, a zaga se atrapalhou e a bola sobrou para Preto; novamente Deola vacilou e foi encoberto pelo atacante rival: 1 a 0.

O gol desestabilizou completamente o Palmeiras, que começou a errar passes de dois metros, reposições de bola e cometer faltas desnecessárias. Melhor para o Mirassol, que via o tempo passar. Apenas nos minutos finais o time voltou a conseguir se organizar e a criar chances para tentar o empate. Aos 37 Márcio Araújo lançou Maikon Leite que dominou e bateu, mas o goleiro espalmou. Aos 41 de novo o camisa 7 fez o goleiro trabalhar, mas definitivamente não era noite.

Com a derrota, a segunda do ano, o Verdão vê o terceiro lugar na tabela de classificação do Paulistão ser ameaçado pelo Santos. A vaga para a fase seguinte, porém, já estava assegurada desde a rodada passada.

Quarta-feira (04/04, às 21h50) o Palmeiras vai ao Ceará para enfrentar o Horizonte, em jogo válido pela segunda fase da Copa Brasil. Caso vença por 2 gols ou mais de diferença, não haverá partida de volta, inicialmente marcada para o dia 12.

Mais Palmeiras 0 x 1 Mirassol:

- Ficha técnica
- Observações e notas
- TV PTD: o gol do jogo
- Classificação atualizada

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!