Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 25/04/2012 - 23:48h.
Verdão usa velha arma para abrir vantagem
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Debaixo de chuva e com duas novidades (Bruno e Mazinho) o Palmeiras iniciou o jogo melhor que o Paraná, mas quem finalizou com perigo pela primeira vez foi o time da casa com Alex, mas Bruno estava atento. A resposta do Verdão não demorou. Aos 8 minutos Valdivia tocou para Barcos concluir de bico, para fora.

Jogando bem, o Palmeiras seguia em busca do gol. Aos 12 Marcos Assunção cobrou escanteio fechado, Barcos tentou desviar mas o goleiro levou a melhor e afastou com um soco. Aos 20 Mazinho aproveitou bobeada na saída de bola do rival para surgir na cara de Thiago, que evitou o gol. No minuto seguinte, porém, o goleiro nada pôde fazer. Assunção cobrou com perfeição falta sofrida por ele mesmo perto da área: 1 a 0.

A frente no placar, o time de Felipão diminuiu um pouco o ritmo, mas não deixou de ter mais posse de bola e de criar as melhores oportunidades. Aos 23 Marcos Assunção experimentou de longe para boa defesa de Thiago. Aos 31 o Paraná respondeu com Luizinho; o chute do atacante parou em Bruno e depois ainda acertou a trave.

Aos 36 minutos o volante Marcos Assunção pediu para ser substituído alegando dores na perna e na costela, dando lugar a Patrik. Três minutos depois o Paraná chegou ao empate. Wendel exigiu de Bruno uma linda defesa, mas no rebote a zaga apenas observou Luizinho conferir: 1 a 1. A última boa chance de gol da etapa inicial foi do Verdão, mas o chute de Barcos, aos 42, saiu por cima.

No segundo tempo o panorama da partida não mudou. Os dois times voltaram iguais, ou seja, o Palmeiras seguiu melhor. Antes dos 10 minutos o meia Valdivia já tinha arriscado dois chutes de longe, por cima, já o Paraná só foi finalizar pela primeira vez aos 16, com Wendel, mas a conclusão saiu completamente sem direção.

Aos 18 minutos, porém, numa falta cavada perto da área de Bruno, os mandantes enfim conseguiram levar perigo; a cobrança executada por Douglas acertou o travessão. A resposta do Verdão veio aos 21; Mazinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Barcos, que dividiu com um zagueiro e viu a bola parar em Thiago.

O Palmeiras passava a impressão de não querer ganhar a partida, até que aos 31 minutos Alemão errou na saída de bola, Patrik foi esperto e recebeu um chute do zagueiro. Pênalti bem assinalado pelo árbitro. Como Barcos tinha dado lugar a Fernandão minutos antes, Felipão ordenou que Henrique cobrasse, e o camisa 3 não desperdiçou: 2 a 1.

O gol rendeu um último gás ao Verdão. Aos 39 Juninho deu belo passe para Patrik cabecear; a bola ainda resvalou no goleiro antes de explodir no travessão. Com o resultado o time de Felipão pode até perder por 1 a 0 na partida de volta para ir às quartas de final da Copa do Brasil.

Agora o Palmeiras para por 15 dias pois o reencontro com o Paraná está marcado apenas para 09/05, às 21h50, na Arena Barueri.

Mais Paraná 1 x 2 Palmeiras:

- Ficha técnica
- Observações e notas
- TV PTD: os gols do jogo
- Página da Copa do Brasil

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!