Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 22/07/2012 - 17:52h.
Obina se destaca em goleada do Verdão
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Reforçado por Henrique, João Vítor e Valdivia, além de ter Cicinho e Obina de titulares, o Verdão iniciou o jogo buscando o gol, mas encontrou pela frente um Náutico ousado, que não ficava apenas se defendendo. A postura da equipe pernambucana deixou a partida ainda melhor.

Aos 2 minutos surgiu a primeira chance de gol. Obina ajeitou para Mazinho, que dominou e bateu forte, mas Felipe estava atento. Os visitantes responderam logo na sequência com Araújo, que dominou dentro da área mas errou na finalização. Aos 11 a torcida Palmeirense comemorou o gol, mas o assistente assinalou de forma correta o impedimento de Obina e anulou a jogada.

Jogando bem, o time de Felipão não desanimou e seguiu em cima do Náutico. Aos 16 minutos Valdivia, mesmo caindo, chutou com perigo no canto esquerdo de Felipe, que foi buscar. Aos 17, porém, o goleiro nada pôde fazer depois de uma linda troca de passes do ataque alviverde pela direita que terminou com João Vítor deixando Obina em ótima condição para marcar; o estreante da tarde chutou cruzado e correu para o abraço: 1 a 0.

Atrás no marcador, o Náutico reagiu e conseguiu encurralar o Palmeiras em seu campo de defesa por quase 6 minutos, quando conseguiu 5 escanteios seguidos. Após a cobrança de um deles, aos 23, Kieza cabeceou no chão mas Bruno praticou bela defesa. Aos 30, quando o adversário ainda tentava o empate, o Verdão chegou ao segundo gol. Obina recebeu pela direita e cruzou para Mazinho, que apenas teve o trabalho de escorar: 2 a 0.

O segundo gol abalou o time de Alexandre Gallo, que passou a cometer muitas faltas, enquanto que o Palmeiras diminuiu o ritmo, mas não deixou de levar perigo. Aos 40 minutos Valdivia roubou a bola perto da área e tentou encobrir Felipe, que conseguiu voltar a tempo de evitar o golaço do Mago. Esse foi o último bom lance da movimentada etapa inicial na Arena Barueri.

No segundo tempo o Náutico voltou com duas alterações e tentando tocar a bola para pressionar o Palmeiras e consequentemente diminuir o prejuízo, mas antes que conseguisse qualquer reação, o Verdão ampliou o placar aos 5 minutos com Márcio Araújo. O volante roubou a bola, avançou e tocou para Obina chutar na trave; no rebote a bola veio nos pés de Araújo, que concluiu sem goleiro: 3 a 0.

Com a vitória praticamente assegurada, o Palmeiras diminuiu o ritmo. O técnico Luiz Felipe Scolari ainda tirou Cicinho, amarelado, para a entrada de Artur, e como o camisa 2 fazia uma excelente partida, o time acabou perdendo um pouco seu poderio ofensivo. Aos 19 minutos Obina foi substituído por Betinho e ambos foram muito aplaudidos.

Para deixar o bom público presente à Arena Barueri ainda mais satisfeito, o Verdão tentou ir em busca do quarto gol. Aos 20 minutos Mazinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Betinho, mas a bola saiu alta demais. Aos 28 Valdivia, já dentro da área, tocou para Mazinho, que finalizou nas mãos de Felipe.

Como não conseguiu aumentar a fatura, a partir dos 40 minutos o time intensificou a troca de passes ao grito de olé vindo da arquibancada, e assim o jogo caminhou até o seu final.
Com a vitória, a segunda no Brasileirão, o Palmeiras vai a 10 pontos e deixa as últimas colocações.

Quinta-feira, dia 26, o Verdão volta a jogar na Arena Barueri, desta vez para enfrentar o Bahia, às 21h. Cicinho, suspenso, será o desfalque.

Mais de Palmeiras 3 x 0 Náutico:

- Ficha técnica
- Observações e notas
- TV PTD: os gols do jogo
- Classificação atualizada

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!