Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 19/08/2012 - 20:15h.
Palmeiras perde e segue à beira do Z4
Por Eduardo Luiz  eduardoluiz@palmeirastododia.com

Cheio de desfalques, o Palmeiras iniciou o jogo tentando se achar em campo, já que Correa estreava e Román atuava de forma improvisada na lateral-direita. Apesar dos problemas, o time até que começou bem, pois finalizou duas vezes em menos de 5 minutos, a primeira com Juninho e a segunda com Barcos.

Brigando para deixar a parte de baixo da tabela, o Atlético-GO reagiu rápido e também em dose dupla. Aos 5 minutos Ricardo Bueno arriscou de fora da área, por cima e aos 8 de cabeça, para fora. Aos 11 a zaga Palmeirense vacilou na saída de bola mas Bruno acabou ficando com a bola.

Com o jogo equilibrado, os mandantes fizeram valer a falta de experiência de Román pela direita e chegaram ao gol. Eron recebeu ótimo passe nas costas do paraguaio, dominou e fuzilou sem chances para Bruno: 1 a 0. Aos 20 minutos, dois depois de abrir o marcador, o Atlético assustou a meta do camisa 1 Palmeirense numa bomba de Wesley que saiu à esquerda.

Quando a partida começava a ficar complicada, João Vítor fez boa jogada pela direita e cruzou sob-medida para Barcos cabecear no contrapé de Márcio: 1 a 1. O empate não fez o Verdão partir desesperadamente em busca da virada, enquanto que o Atlético também passou a jogar mais cautelosamente, o que deixou a partida menos disputada.

No restante da etapa inicial o que de melhor aconteceu foi um chute cruzado de Mazinho, aos 37 minutos, que Márcio defendeu com certa dificuldade.

No segundo tempo o jogo voltou no mesmo ritmo do final do primeiro, ou seja, morno. A primeira finalização, completamente sem direção, surgiu apenas aos 10 minutos e foi do Atlético, com Marcos. Aos 13 Obina entrou no lugar de Valdivia, que oficialmente saiu apenas cansado. No minuto seguinte o camisa 21 finalizou pela primeira vez, mas fraco, nas mãos de Márcio.

Mostrando disposição, Obina voltou a mostrar serviço aos 15, e dessa vez com perigo, pois seu chute colocado só não entrou graças a uma boa defesa de Márcio. O Atlético respondeu aos 19 numa finalização de Hernandes que passou perto da trave esquerda de Bruno. Aos 25 o goleiro rival quis cobrar uma falta mas errou o alvo.

A partida era equilibrada, mas aos 34 minutos o sistema defensivo Palmeirense cometeu uma desatenção fatal. Marcos cruzou muito alto e Bruno e Leandro Amaro apenas observaram Patric escorar para Rayllan: 2 a 1. Se o empate já era um péssimo resultado, a derrota então...

De forma desesperada o Palmeiras se lançou ao ataque. Aos 38 minutos, após jogada de Barcos, a bola sobrou para Mazinho soltar a bomba; Eron desviou com a mão e o árbitro ignorou pênalti claro. Aos 41 Barcos tentou um chute rasteiro, mas encontrou Márcio atento. Essa foi a última jogada de perigo da partida.

Com a derrota o time de Felipão permanece com míseros 16 pontos, perde chance de abrir distância da zona de rebaixamento e segue numa situação preocupante no campeonato.

Agora o Palmeiras dá um tempo no Brasileirão pois quarta-feira, dia 22, tem decisão de vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Botafogo, no Engenhão. O jogo será às 22h e o Palmeiras pode até perder por um gol de diferença para avançar.

Mais de Atlético-GO 2 x 1 Palmeiras:

- Ficha técnica
- Observações e notas
- TV PTD: os gols do jogo
- Classificação atualizada

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!