Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 07/10/2020 - 23:29h.
Medroso, Palmeiras joga mal e perde para o Botafogo no Nilton Santos
Time de Vanderlei Luxemburgo esperou estar perdendo por 2 a 0 para buscar o gol; Willian descontou e depois perdeu um pênalti.

Com Jailson no gol, Luan formando a dupla de zaga com Felipe Melo, e Mayke improvisado na lateral-esquerda, o Palmeiras iniciou o jogo vendo o Botafogo tomar a iniciativa. Aos 14 minutos Patrick de Paula errou um passe na defesa, Honda enfiou para Pedro Raul cruzar para Rhuan bater para fora.

Aos 18 minutos foi a vez de Bruno Henrique perder a bola, mas na intermediária; o Botafogo armou um rápido contra-ataque com Rhuan, que cruzou forte demais para a área, onde dois companheiros esperavam para concluir. Aos 20 Caio Alexandre experimentou de fora da área, nas mãos de Jailson.

O Verdão só foi conseguir finalizar a gol aos 31 minutos: Willian ajeitou para Patrick de Paula bater rente à trave esquerda de Diego Cavalieri. Aos 32 Mayke arriscou de média distância e errou o alvo por muito. Pouco depois, aos 36 minutos, foi a vez de Willian finalizar sem direção.

Um pouco melhor em campo, o Palmeiras quase abriu o placar aos 40 minutos: Raphael Veiga cobrou escanteio e Willian, no primeiro pau, desviou por cima do travessão. Cavalieri tirou com os olhos. Pouco depois o árbitro encerrou o primeiro tempo no Nilton Santos.

Na etapa final, sem alterações, o time de Vanderlei Luxemburgo conseguiu tomar 2 gols com menos de 5 minutos. Aos 53 segundos Kevin cruzou rasteiro e Pedro Raul se antecipou a Felipe Melo para fazer 1 a 0. Aos 4, numa falta de longe, a equipe carioca fez o segundo num impedimento claro de Caio Alexandre, mas o VAR validou: 2 a 0.

Enquanto o VAR trabalhava para validar um gol irregular, Luxemburgo promoveu três alterações: Bruno Henrique, Patrick de Paula e Rony deram lugar a Zé Rafael, Ramires e Gabriel Veron, respectivamente. Aos 12 minutos, em contra-ataque, o Botafogo quase transformou a vitória em goleada; o chute de Pedro Raul passou perto da trave esquerda de Jailson.

Atordoado, o Verdão só conseguiu finalizar aos 13 minutos com Zé Rafael, que arriscou com o pé ruim, para fora. Aos 14 Mayke tocou para Raphael Veiga, que dominou e bateu fraco, fácil para Diego Cavalieri. Aos 17 minutos Marcos Rocha deu bom passe para Veiga, que dessa vez chutou forte, mas por cima do travessão.

Com o time sem reação, aos 18 minutos Luxa mexeu mais duas vezes: Lucas Lima entrou no lugar de Raphael Veiga, e Scarpa substituiu Mayke. Apenas dez minutos depois das mexidas que o Palmeiras voltou a incomodar a meta adversária, mas sem a participação dos dois que entraram: Wesley bateu forte no canto direito baixo de Cavalieri, que foi buscar.

Aos 31 minutos Scarpa cruzou, Wesley errou a conclusão e a bola sobrou para Willian: 2 a 1. O gol deu novo gás para o Verdão. Aos 33 Willian recebeu de Ramires e perdeu chance incrível. Aos 35 minutos Willian foi lançado em posição legal e sofreu pênalti de Cavalieri. Primeiro o assistente marcou impedimento, mas depois o VAR indicou que não havia irregularidade e o pênalti foi confirmado. Willian cobrou muito mal e Cavalieri pegou.

A penalidade desperdiçada esfriou o ânimo do Verdão. Aos 40 minutos Marcos Rocha cruzou e Veron tentou de bicicleta, para fora. Foi a última chance para o empate.

Com a derrota, a primeira no Brasileirão, o Palmeiras permanece com 22 pontos e cai para a 5ª colocação. De quebra, a equipe desperdiça a chance de colar no líder, que também perdeu (ficou com 27 pontos).

Na próxima rodada, marcada já para sábado (10/10), o time de Vanderlei Luxemburgo enfrenta o São Paulo. O clássico será às 19h, no Allianz Parque.
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
 
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!