Itaquerão deverá ter presidiários trabalhando nas obras: “queremos que o torcedor participe” (29/03/2012)
 
Visando fidelizar seu torcedor mais característicos, o SCCP vai trazer um grupo de fanáticos para trabalhar nas obras do Itaquerão. Cerca de 50 apenados ajudarão na construção do estádio em mais uma ação de marketing ousada do clube.

Outras notícias:


- Presidiário diz que se inspirou no SCCP para cometer crimes: “minha maior paixão”
- Andrés Sanchez se emociona durante recepção de apenados: “Droga, eu merecia estar lá com eles”


O secretário de estado da administração penitenciária, Lourival Gomes, disse temer que os presidiários tenham uma recaída e voltem a cometer crimes: “Estou preocupado com a possibilidade de os presidiários terem um recaída por se inserirem em um ambiente criminoso como o do SCCP. Se um deles chegar a conversar com um Andrés Sanchez da vida volta a cometer crimes imediatamente”, comentou.

Mario Gobbi afirmou que o desejo de ter o torcedor próximo pesou no momento de idealizar a ação: “Eu sempre quis trazer o torcedor para nossa 'casa'. Eles ajudarão na obra, simbolizando que cada torcedor colocou um tijolinho do nosso estádio”, comemorou.

Curiosamente, os presidiários mostraram preocupação em deixar seus pertences no estádio, durante o expediente. Eles afirmaram que não confiam nos funcionários do clube:

“Estou preocupado porque deixo a mala e a marmita cheinha perto da entrada, no armário. Vai que alguém pega minhas coisas”, disse Roger Pallares, um dos presidiários que trabalhará nas obras.

A seção "O Setorista" é constituída por notícias fictícias. Os textos não correspondem com a realidade. O objetivo é divertir o torcedor e gerar discussão sobre o Palmeiras e seus rivais através do humor. Qualquer dúvida, entre em contato através dos e-mails osetorista@gmail.com ou contato@palmeirastododia.com

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!