Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 21/08/2016 - 17:51h.
Palmeiras erra muito e só empata com a Ponte Preta em casa: 2 a 2
Time de Cuca fica a frente por duas vezes no placar mas permite o empate com erros infantis. Liderança está mantida, mas rivais novamente se aproximam.

Com Rafael Marques de titular, o Verdão iniciou o jogo com mais posse de bola, mas a primeira chance de gol foi criada pela Ponte Preta. Aos 8 minutos Wendel recebeu lançamento longo e saiu na cara de Jailson, sem marcação, mas o goleiro fechou bem o ângulo e fez grande defesa.

A resposta alviverde veio na jogada seguinte num contra-ataque que terminou com Dudu cruzando para Moisés escorar de cabeça, fácil para Aranha. Aos 15 minutos, no entanto, o ex-Palmeirense nada pôde fazer quando Rafael Marques recebeu sozinho dentro da pequena área para abrir o placar; Róger Guedes fez ótima jogada pela direita e cruzou para o camisa 19: 1 a 0.

Atrás no marcador, a equipe de Campinas tentou reagir em chutes de longa distância, até para tentar aproveitar o fato de o gramado estar molhado. Wendel e Wellington Paulista tentaram sem sucesso; aos 27 minutos Clayson até que acertou o alvo, mas novamente Jailson apareceu bem e espalmou, originando uma sequência de três escanteios que não resultaram em nada.

Para não dar chance ao azar, aos 29 minutos o Palmeiras voltou a atacar; Moisés cobrou lateral, a defesa não conseguiu tirar e Rafael Marques escorou de cabeça, mas Aranha estava atento. Aos 40 Róger Guedes ganhou a disputa da bola dentro da área, girou e bateu por cima. A última finalização da etapa inicial foi da Ponte, aos 45 minutos com Reinaldo, mas o chute do lateral saiu sem direção.

Na etapa final o Verdão voltou disposto a marcar logo o segundo gol para não correr riscos. Aos 11 segundos Rafael Marques não aproveitou vacilo do zagueiro e finalizou mal, por cima. Aos 3 minutos Cleiton Xavier tocou para Tchê Tchê soltar a bomba de canhota; a bola tirou tinta do travessão. Aos 4 o volante recebeu em posição legal de Dudu e perdeu cara a cara com Aranha, mas o assistente já havia invalidado o lance.

O gol, que estava maduro, acabou saindo aos 6 minutos, mas para a Ponte Preta. Vitor Hugo demorou para afastar, a Ponte recuperou a bola, que após uma confusão sobrou para Wellington Paulista: 1 a 1. O Palmeiras tentou não se abalar com o empate e continuou pressionando o adversário. Aos 11 minutos Dudu cobrou escanteio, Moisés desviou e Aranha fez milagre.

Aos 12, após outra cobrança de escanteio executado por Dudu, Vitor Hugo escorou de cabeça, por cima. Aos 18 minutos Jean cruzou para Cleiton Xavier, que recuou para o goleiro. Aos 19 a Ponte assustou num contra-ataque com Thiago Galhardo, mas Vitor Hugo conseguiu um desvio providencial, mandando para escanteio. Aos 20 a segunda troca no Verdão: Allione entrou no lugar de Cleiton Xavier (no intervalo Egídio já havia substituído Zé Roberto).

Debaixo de chuva, a partida foi ganhando ares de dramaticidade, mas aos 24 minutos os quase 30 mil Palmeirenses presentes ao Allianz Parque respiraram aliviados; Jean cobrou falta, Aranha saiu mal do gol, Rafael Marques escorou para trás e Thiago Martins surgiu como um centroavante para fuzilar a meta adversária de cabeça: 2 a 1.

Com o Palmeiras novamente a frente no placar, aos 26 minutos o técnico Cuca resolveu segurar o resultado trocando Róger Guedes por Thiago Santos. O castigo veio à galope. Aos 27 William Pottker avançou sozinho do meio-campo, ganhou na corrida de Egídio e bateu forte no canto direito de Jailson: 2 a 2.

Se após o primeiro gol da Ponte o Verdão reagiu bem, depois do segundo o time sentiu um pouco, passando a mostrar muito nervosismo. Mesmo assim alguns lances de perigo foram criados. Aos 30 minutos Dudu cobrou falta e Thiago Santos escorou por cima. Aos 36 Rafael Marques disputou a bola com Aranha, que levou a melhor.

Nos minutos finais, contando os 6 de acréscimo, faltou gás e tranquilidade para o time do técnico Cuca tentar garantir o resultado positivo. Com o empate o Palmeiras vai a 40 pontos e permite nova aproximação dos concorrentes diretos.

Domingo que vem (28/08), às 16h, o Verdão enfrenta o Fluminense. O mando da equipe carioca será exercido em Brasília.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 2 x 2 Ponte Preta
- Ficha técnica de Palmeiras 2 x 2 Ponte Preta
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!