Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 10/10/2016 - 17:26h.
Análise do Vitão: Olfato Apurado

Saudações Palestrinas!

A cada rodada vamos derrubando nossos adversários, somando pontos importantes e nos aproximando cada vez mais do nosso nono título Brasileiro.

Veremos o verdão em campo no máximo 14 vezes até o final da temporada, falta pouco e isso causa uma extrema ansiedade em nós torcedores.

Ontem em Londrina, vimos mais uma vez um estádio lotado, aliás, Palmeiras é sinônimo de casa cheia, não acho cedo para dizer que a temporada 2016 foi uma das mais importantes da história do Palmeiras e serviu para expor para todos o que nós Palestrinos sempre soubemos: Nossa torcida é espetacular!

Quando jogamos em Brasília contra o Flamengo no primeiro turno, apesar da mídia insistir que eles possuem a maior torcida do Brasil, mesmo com o mando de campo sendo do adversário colocamos mais torcedores nossos no estádio, e isso se repetiu mais vezes durante o campeonato, no próprio Mané Garrincha contra o Fluminense nossa torcida foi 70% maior.

Hoje somos um modelo de gestão, o clube que mais arrecada e com alicerces cada vez mais solidificados; tenho certeza de que permaneceremos assim por muito tempo.

O jogo de ontem realmente não agradou ao mais exigente torcedor Palmeirense, por diversas vezes se via uma torcida impaciente e inquieta.

O América é muito frágil, um time extremamente limitado que não nos ameaçou em momento algum. Tivemos o controle total do jogo, e o gol do Tchê Tchê logo aos 3 minutos fez com que o Palmeiras ditasse o ritmo durante todo o jogo, mantendo a partida sob controle durante os 90 minutos.

Se por um lado não fizemos uma boa partida, demonstrando em vários momentos um certo desinteresse ofensivo, não tivemos trabalho algum defensivamente. Prefiro acreditar que o Palmeiras controlou a partida à sua maneira se poupando devido ao forte calor.

Não houveram destaques positivos na partida, Moisés, Jean, Zé Roberto, Eric e Dudu jogaram bem abaixo do esperado.

A formação sem um volante de contenção está funcionando bem contra os times limitados tecnicamente, porém, o time precisa criar mais! Quando se abre mão de um volante, temos que necessariamente nos tornarmos mais ofensivos, evitando assim que o time adversário passe a nos atacar com maior frequência.

O time começou a melhorar um pouco quando Cleiton Xavier entrou no lugar do Moisés, começamos a criar mais, porém o ponto alto do segundo tempo foi o gol no final do período complementar do Alecsandro que entrou no lugar do Eric.

Foi muito legal ver a união do time ao abraça-lo, torço muito para que ele dê a volta por cima e seja muito importante nesta reta final, superando a grande injustiça cometida contra ele no caso do falso doping.

Fim de jogo, mais uma final vencida, faltam apenas nove jogos! Temos que ficar espertos contra o Cruzeiro, afinal de contas todos lembramos que no primeiro turno eles fizeram contra nós o seu melhor jogo na temporada.

Tenho certeza de que Araraquara será pintada de verde e voltaremos com mais três pontos e com nosso olfato cada vez mais apurado, sentindo o cheiro de campeão!

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!