Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 30/09/2018 - 12:57h.
Arbitragem tenta impedir, mas Verdão vence o Cruzeiro e assume a ponta do Brasileirão
No Pacaembu, Palmeiras joga bem e derrota a equipe mineira por 3 a 1; São Paulo só empata e time de Felipão vira líder.

O jogo começou movimentado no Pacaembu, com as duas equipes procurando o gol. Logo aos 58 segundos Marcos Rocha experimentou de longe, a bola desviou em Léo e saiu em escanteio, que não resultou em nada. Aos 2 minutos a resposta do Cruzeiro: David ganhou de Marcos Rocha e cruzou na cabeça de Raniel, que viu a bola sair tirando tinta da trave esquerda de Fernando Prass, a principal novidade na escalação alviverde.

Aos 5 minutos Marcos Rocha cruzou para Deyverson, que desviou por cima do travessão. Aos 6 Bruno Silva tocou para Raniel chutar à esquerda de Prass. Aos 13 minutos Bruno Henrique arriscou de longe, a bola desviou em Manoel e saiu em escanteio, novamente não aproveitado pelo Verdão. Aos 17 foi a vez de Lucas Lima tentar a sorte de média distância, sem sucesso.

Com o Palmeiras melhor em campo, o gol não demorou a sair. Aos 22 minutos Dudu cobrou escanteio, a defesa do Cruzeiro ficou olhando e Lucas Lima pegou a sobra de primeira; Ariel Cabral tentou interceptar mas tirou do goleiro: 1 a 0. A frente no placar, o time de Felipão diminuiu a intensidade, mas sem deixar o adversário gostar do jogo.

A partida estava sob controle até que aos 28 minutos Gustavo Gómez vacilou na entrada da área e colocou a mão na bola; dedurado pelo auxiliar, o árbitro marcou pênalti ao invés de falta. Inacreditável. Mancuello cobrou no canto oposto ao que Prass pulou: 1 a 1.

Após o empate na mão grande, o Palmeiras tentou não se desestabilizar emocionalmente. Aos 31 minutos Victor Luis soltou a bomba de fora da área e viu a bola subir demais. Aos 37 Lucas Lima cobrou falta, Gómez subiu mais que a defesa adversária mas escorou por cima.

Aos 41 minutos Dudu e Marcos Rocha trabalharam bem pelo lado direito do ataque, o lateral devolveu a bola para o camisa 7 cruzar na cabeça de Hyoran: 2 a 1. No restante do primeiro tempo o Verdão tratou de administrar a vantagem, e dessa vez a arbitragem não interferiu.

Na etapa final, já debaixo de muito sol, o Verdão voltou num ritmo mais cadenciado, mas sem afrouxar a marcação e de buscar o terceiro gol. Aos 9 minutos Victor Luis arriscou de longe, nas mãos de Rafael. Aos 15 minutos Felipão promoveu a primeira alteração: Dudu por Willian.

Por muito pouco o atacante não repetiu o que aconteceu contra o Sport, quando fez um gol segundos depois de entrar. Aos 16 minutos Hyoran fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Willian, que só não correu para o abraço porque Léo salvou no último instante. O goleiro já estava batido. Aos 17 minutos Hyoran arriscou da entrada da área, à esquerda de Rafael.

Aos 19 minutos Deyverson mostrou categoria ao dominar um lançamento longo e na sequência inverteu o jogo para Willian; o atacante dominou na área e tentou o passe para trás, mas Marcelo Hermes interceptou com a mão. Não dava para o árbitro não assinalar o pênalti. Gustavo Gómez foi para a cobrança e guardou: 3 a 1.

Diante de um Cruzeiro sem poder de reação, o Palmeiras trocava passes à espera de uma nova oportunidade para dar o bote. Aos 29 minutos Marcos Rocha sentiu algum problema e pediu substituição; Mayke entrou em seu lugar. Onze minutos depois, aos 40, Scolari queimou a última alteração a que tinha direito: Lucas Lima por Moisés.

Na roda, os visitantes só conseguiam para o Verdão na base das faltas; seis cruzeirenses foram advertidos com cartão amarelo em aproximadamente 10 minutos. Em uma dessas faltas, aos 43, Bruno Henrique cobrou por cima do travessão de Rafael. Nos 6 minutos de acréscimo o que de mais relevante aconteceu foi uma pequena confusão envolvendo Deyverson e alguns jogadores do Cruzeiro; sobrou um amarelo para cada lado.

A vitória no estádio municipal leva o Palmeiras a 53 pontos; a equipe assume a liderança do Campeonato Brasileiro com a mesma pontuação do Internacional, mas fica a frente pelo segundo critério de desempate: saldo de gols: 23 x 18. O São Paulo empatou com o Botafogo no Rio e foi a 52 pontos, caindo para terceiro.

Agora o Verdão dá um tempo no Brasileirão pois na quarta-feira (03/10) recebe o Colo-Colo para confirmar a vaga na semifinal da Libertadores. O jogo será disputado às 21h45, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro
- Ficha técnica de Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!