Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 01/10/2018 - 21:45h.
Análise do Vitão: Margem de Erro
Dez jogos depois de reassumir definitivamente o comando do Palmeiras, o Felipão conquistou oito vitórias e dois empates no campeonato brasileiro e neste período o time sofreu apenas dois gols. São números impressionantes que nos condicionaram definitivamente a figurarmos como os favoritos deste campeonato.

Precisamos muito deste título, não apenas para coroar o técnico mais vencedor da nossa história, mas também para mostrar para essa imprensa suja e tendenciosa de que não precisamos de puxa-saquismos e muito menos de canalhas que descontextualizam sistematicamente informações afim de impor suas verdades.

A batalha será árdua! Não lutamos apenas contra a imprensa, mas contra um sistema corrupto que oferece aos “apitadores” uma subjetividade conveniente para que tomem suas decisões pouco isonômicas.

Sempre contra tudo e contra todos! Seguimos em frente transformando a lealdade em padrão. Muitos rivais e até alguns Palestrinos insistem em dizer que deveríamos ter perdido o último jogo da fase de classificação de modo que eliminássemos o Boca Jrs.

Não! Esse não é Palmeiras, se tivermos que ganhar algo será em campo! Jogando contra qualquer adversário de igual para igual e torcendo para que a arbitragem não interfira no resultado.

Não podemos deixar que a obsessão pela libertadores nos cegue diante de um caminho que pode nos levar ao Deca campeonato nacional.

O jogo contra o Cruzeiro foi um grande exemplo de como a irresponsabilidade (para não dizer algo mais grave) da CBF pode jogar no lixo um trabalho bem feito.

O árbitro Dewson Freitas é um dos piores do país, confuso, tendencioso e covarde; conseguiu cometer um dos erros mais absurdos já vistos, e a palavra “erro” foi colocada no texto apenas para não ser mais direto.

Jogamos uma ótima partida, Lucas Lima mostrou uma evolução muito grande, aliás, considero um grande erro do Felipão não o ter colocado em campo contra o mesmo Cruzeiro na copa do Brasil.

Finalmente vi o Marcos Rocha fazer uma partida onde o mesmo não parecia estar em outro planeta, jogou muito bem assim como quase todo o time.

Gustavo Gomez é um grande zagueiro, na minha opinião o melhor que temos no elenco, não brinca em serviço e tem uma excelente recuperação de bola: mostrou personalidade ao bater o pênalti, algo que se tornou um grande tabu para o Palmeiras.

De novo não gostei da atitude do Deyverson, me parece que o Felipão está diante de uma das suas tarefas mais árduas: o atleta em alguns momentos parece ser um apedeuta, não gosto de sua postura, não é condizente com as cores do Verdão.

O Fred, atleta do rival conversou com ele e deu conselhos dizendo que o mesmo ficará marcado se continuar agindo desta forma infantil e irresponsável.

Não precisamos dar munição para os adversários, vamos jogar bola, no campo temos condições de ganhar de qualquer um!

A vitória por 3x1 não trouxe apenas os três pontos: mostrou que a equipe soube digerir bem a eliminação na copa do Brasil e principalmente que terão que ser ainda mais descarados em suas artimanhas para nos derrotar em campo.

A margem de erro neste momento, diferentemente do Ibope e do Datafolha não existe e se quisermos mostrar que de fato somos campeões.

Um grande abraço!

Vitão
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!