Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 21/10/2018 - 18:03h.
Com 1 homem a menos, Verdão vence o Ceará em tarde inspirada de Bruno Henrique: 2 a 1
Palmeiras supera a expulsão de Deyverson ainda no primeiro tempo e garante mais 3 pontos no Brasileirão; aniversariante, volante fez os 2 gols.

Sem Dudu, que ficou no banco, o Verdão iniciou o jogo disperso, com o sistema defensivo batendo cabeça. Aos 4 minutos Victor Luis e Bruno Henrique não marcaram Samuel Xavier, que cruzou para Juninho Quixadá bater com perigo, para fora. Aos 6 Calyson arriscou da entrada da área e Weverton fez a defesa.

A primeira investida alviverde surgiu aos 8 minutos: Victor Luis tabelou com Deyverson e soltou a bomba, rente ao travessão. Aos 12, após cobrança de escanteio executada por Hyoran, Edinho deu um soco na bola; pênalti claro que demorou a ser assinalado pela arbitragem. Bruno Henrique converteu 4 minutos depois, após muita reclamação (?) dos jogadores do Ceará: 1 a 0.

O gol do Palmeiras desanimou o Ceará na mesma proporção que tranquilizou o Palmeiras. Aos 18 minutos a bola sobrou para Richardson arriscar sem perigo, para fora. Aos 20 um lance igual para o Verdão, desperdiçado por Deyverson.

Aos 38 minutos, após uma longa troca de passes, Bruno Henrique experimentou de fora da área e foi feliz. Golaço: 2 a 0. Na saída de bola o Ceará tentou reagir com Calyson, que chutou forte mas viu a bola bater em Antônio Carlos e sair em escanteio, que não resultou em nada.

Com dores na coxa direita, Jean - improvisado na lateral-direita, pediu substituição aos 36 minutos; Mayke entrou em seu lugar. Aos 39 Hyoran cobrou escanteio e Antônio Carlos foi no terceiro andar para quase marcar o terceiro.

O primeiro tempo caminhava para seu final quando aos 45 minutos Deyverson dividiu a bola com Richardson e deixou o pé na barriga do adversário. Na frente do lance, o árbitro expulsou o Palmeirense direto. Nos acréscimos, já fazendo valer o homem a mais, o Ceará tentou descontar na base da bola aérea, mas o sistema defensivo alviverde resistiu.

O Ceará voltou para a etapa final partindo para cima do Palmeiras, e com isso deixou alguns espaços para o contra-ataque alviverde. Em pelo menos duas oportunidades o time de Felipão teve a chance para ampliar a vantagem, mas em ambas faltou concentração para os atacantes acertarem o último passe.

Aos 9 minutos, após vacilo do sistema defensivo, o Ceará descontou: Leandro Carvalho cruzou, Antônio Carlos furou e Arthur conferiu: 2 a 1. No lance seguinte Arthur arriscou de longe e levou perigo à meta de Weverton. Aos 12 Hyoran e Willian puxaram um contra-ataque - desta vez certo, que terminou com o camisa 29 chutando no canto direito do goleiro, que foi buscar.

Apagado, aos 13 minutos Hyoran deu lugar a Dudu. Aos 14 o Ceará voltou a levar perigo: após cobrança de escanteio, Arthur desviou no primeiro pau, e no segundo Edinho e Quixadá, impedidos, não alcançaram. Aos 19 minutos Ricardinho soltou a bomba de fora, nas mãos de Weverton.

Os contra-ataques eram a única arma do Verdão. Aos 21 minutos Willian recebeu pelo lado esquerdo do ataque e chutou com relativo perigo, para fora. Aos 24, para reforçar a marcação e ao mesmo tempo manter a qualidade na saída de bola, Felipão trocou Bruno Henrique por Moisés.

Em sua primeira participação, Moisés deu bom passe para Willian chutar de primeira e exigir de Éverson uma ótima defesa. Do minuto 34 ao 37 o goleiro Weverton ficou caído em campo para atendimento médico. Aos 38 ele mostrou que estava bem ao praticar linda defesa em chute de Ricardinho que iria no ângulo.

Aos 39 minutos Willian avançou livre em contra-ataque e como ninguém de verde acompanhou a jogada, ele teve de tentar resolver sozinho ao fintar Tiago Alvez e fuzilar Éverson, que evitou o terceiro. Aos 45 outra chance com o camisa 29: ele recebeu passe de Dudu e chutou forte, mas parou no goleiro outra vez.

Nos 5 minutos de acréscimo o Palmeiras se plantou inteiro no campo de defesa. Aos 47, após cruzamento da esquerda, Arthur ganhou de Edu Dracena pelo alto mas cabeceou nas mãos de Weverton. Foi a única chance clara para os visitantes empatarem.

Com mais uma vitória, outra como mandante - está 100% nesse quesito no returno, o time de Felipão chega a 62 pontos e mantém a liderança isolada do Brasileirão faltando 8 rodadas para o final do campeonato.

Agora o foco é na Libertadores. Quarta-feira (24/10), às 21h45, o Verdão visita o Boca Juniors pelo jogo de ida da semifinal.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 2 x 1 Ceará
- Ficha técnica de Palmeiras 2 x 1 Ceará

 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!