Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 16/04/2019 - 11:46h.
Blog do Vingador: Dívida x Investimento

Bom dia amigos Palestrinos, sempre bom relembrar assuntos, principalmente quando em poucos dias estarão tomando a pauta da maioria dos programas esportivos.

Aparecerão diversos especialistas para avaliar um ponto específico do balanço, e claro, sabemos qual será o alvo preferido da mídia, então para começarmos a entender um pouco mais sobre o assunto endividamento, uma reflexão é necessária.

Começo com uma simples pergunta: Você faria negócio com alguém, ou alguma empresa, que deva 2,53 vezes o valor do seu faturamento anual? Ou vamos melhorar um pouco a situação, Prestaria serviços a alguém que tenha uma dívida de 1,05 vezes o faturamento total do ano?

Lendo assim assusta, não assusta? Porém para facilitar a resposta, estou falando de duas potências econômicas, Japão na primeira questão e Estados Unidos na segunda, ou seja, mesmo com alto endividamento, todo mundo quer fazer negócio com esses países.

Nós mesmos, quando resolvemos comprar um carro, fazemos o famoso carnê baú da felicidade, segundo um amigo meu o dele é tão pesado que foi obrigado a retirar do porta-luvas do carro, pois o mesmo puxava para a direita em demasia, compramos um veículo que acaba consumindo grande parte de nosso salário por um determinado tempo, isso é preocupante?

Claro que nosso pensamento é: Poxa se acontecer algo eu vendo o veículo e quito a dívida, não é? Mas não houve perda? Não houve gasto? E mais, você irá vender por um preço bem menor do que pagou? E se for urgente até com valor inferior ao de mercado, não é verdade?

É fácil perceber que a relação Dívida x Investimento está diretamente relacionada, investimento bom reduz o risco da dívida, investimento ruim aumenta o risco, isso sem considerar os perigos externos, no caso do veículo, roubo (mesmo com seguro), veículo apresentar sérios problemas, entre outros.

Mas o que isso tem a ver com nosso verdão?

Fácil responder, a tônica dos especialistas está sempre voltada ao item DÍVIDA, porém não fazem uma analise geral da situação do Palmeiras. Ou você, ao ter uma renda maior, não irá arriscar mais e comprar um veículo melhor e mais caro?

O Endividamento, dito pela mídia, com a patrocinadora é de aproximadamente R$ 120 milhões, o que em um primeiro instante assusta, porém temos que perguntar: Se forem vendidos os investimentos feitos com esse dinheiro, a dívida será paga? (faço um parêntese aqui, apenas para lembrar que o Deyverson ia ser vendido por 58 milhões).

Em um faturamento anual superior a R$ 500 milhões, esse endividamento representa 24% do valor, muito?

É óbvio que eu, como um devedor cauteloso, já teria estipulado uma forma de liquidação desse montante, talvez como feito com o ex-presidente, destinando uma porcentagem da arrecadação para diminuir o débito, seria uma ideia, mas isso só fica no campo da suposição, afinal quem está no comando tem toda visão do clube para analisar o melhor para o momento, sem esquecer-se do futuro.

Agora é aguardarmos os balanços publicados e a reação dos “especialistas” e de como as perguntas serão feitas, mas com uma certeza, antes de formarmos nossa opinião é muito bom analisar todo o contexto do clube, não apenas o pontinho que é jogado na mídia.

Leandro Santile
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!