Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 22/04/2019 - 00:22h.
Negociação com Grupo Globo por transmissão do Brasileirão entra em semana decisiva
Palmeiras faz exigências para diminuir diferença para Flamengo e Sistema; acordo pode não sair antes do campeonato começar.

Faltando menos de uma semana para o Brasileirão começar - a partida de estreia está marcada para domingo, contra o Fortaleza, o Palmeiras ainda não se acertou com o Grupo Globo, que transmitirá o torneio em TV aberta e Pay-Per-View.

Por enquanto o Verdão tem acordo apenas com o Grupo Turner (TV fechada), que transmitirá através do TNT as partidas entre os clubes que tem sob contrato - além do Palmeiras, Athletico, Bahia, Ceará, Fortaleza, Internacional e Santos.

O jogo de estreia, portanto, tem transmissão garantida (via TNT), já que os dois clubes assinaram com a Turner. Na segunda rodada, porém, se não houver acordo com o Grupo Globo, o jogo contra o CSA não teria transmissão alguma, apenas via rádio. A mesma situação se aplicaria aos outros 12 jogos contra os times que estão sob contrato do Grupo Globo; são eles: Atlético-MG, Botafogo, Chapecoense, Avaí, São Paulo, Vasco, Sistema, Grêmio, Fluminense, Flamengo, Goiás e Cruzeiro.

Insatisfeito com os termos da negociação iniciada há mais de 1 ano, o Verdão se deu ao luxo de recusar todas propostas feitas pelo Grupo Globo por hoje estar numa situação financeira confortável; no orçamento de 2019 o clube sequer lançou receita com TV aberta e PPV, e mesmo assim projetou terminar o ano no azul.

As reivindicações do Palmeiras são basicamente duas: mais transmissões em TV aberta, já que a cota de R$ 600 milhões será dividida adotando o sistema 40-30-30 entre os 20 participantes (40% igualmente, 30% por premiação, e 30% por exibição), e também uma cota próxima ao que receberão do PPV Flamengo e Sistema: 18,5% de uma distribuição mínima de R$ 650 milhões.

Outro ponto que o Verdão questiona é o "redutor" - uma espécie de multa pelo fato de ter acertado com a Turner, e não com o Sportv, para TV fechada. Neste ponto o Grupo Globo aceita ceder; como contrapartida, no entanto, o TNT não poderia mais transmitir jogos realizados em São Paulo para a capital paulista - essas partidas seriam televisionadas para todo Brasil via TNT e via PPV para a "praça" (termo técnico usado pelas emissoras). Ainda não há, porém, o "ok" da Turner.

"Encurralada" com a possibilidade de perder assinantes do canal Premiere, e até mesmo de ver assinantes torcedores de outros times pedirem descontos em seus planos por não terem 100% do campeonato transmitido - com chance real de até da Justiça ser acionada em alguns casos - a emissora deve ceder em praticamente todos pontos questionados pelo Verdão.

A expectativa é que um acordo seja selado, mas ainda não se sabe se a tempo da primeira rodada ser transmitida pelo Grupo Globo (envolveria apenas o PPV). Com o clube em ótima situação financeira, com o apoio de conselheiros, e também da torcida, o presidente Maurício Galiotte não mostra pressa para definir a situação. Extraoficialmente, comenta-se que a diferença para Flamengo e Sistema, que poderia chegar a 90%, acabe reduzida a no máximo 30% (dependendo de algumas variáveis, como premiação, quantidade de jogos transmitidos, e colocação final no campeonato).
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!