Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 26/01/2020 - 18:00h.
Trave e Tiago Volpi impedem vitória do Verdão no clássico
Goleiro do São Paulo fez boas defesas, e quando não teria o que fazer contou com a sorte. Clássico terminou empatado sem gols em Araraquara.

Com Gabriel Veron de titular no lugar de Raphael Veiga, o Palmeiras iniciou o jogo com menos posse de bola que o São Paulo; o rival, por sua vez, não conseguia transformar a posse em jogadas de perigo. Aos 5 minutos Vitor Bueno arriscou de longe, nas mãos de Weverton. Aos 12, Daniel Alves cobrou uma falta da intermediária, direto para fora.

Quando conseguiu trocar mais de 3 passes seguidos, o Verdão quase abriu o placar: aos 17 minutos Veron iniciou a jogada e tocou para Lucas Lima deixar Dudu em ótima condição para finalizar, mas Tiago Volpi fez a defesa.

A resposta do São Paulo não demorou. Aos 18 minutos Hernanes soltou a bomba, com desvio, à direita de Weverton. Na cobrança de escanteio Arboleda subiu sozinho e escorou no meio do gol, fácil para o camisa 21 Palmeirense.

O clássico era equilibrado. Aos 22 minutos Felipe Melo lançou Dudu e ela cruzou para Luiz Adriano ter a finalização bloqueada por Arboleda. Aos 23 Reinaldo avançou sem ser incomodado e chutou de direita, por cima do travessão.

Aos 30 minutos o árbitro fez uma parada técnica em função do calor. Quando o jogo recomeçou o Palmeiras criou duas chances seguidas para abrir o placar, ambas dentro do minuto 32. A primeira foi com Lucas Lima, que aproveitou cruzamento de Victor Luis para chutar em cima de Bruno Alves. A segunda Com Ramires, que acertou a trave esquerda de Volpi.

Melhor em campo, o Verdão voltou a levar perigo aos 41 minutos: Victor Luis cruzou forte demais, Dudu conseguiu evitar a saída e bateu rasteiro, forte, mas Bruno Alves interceptou. Antes do primeiro tempo terminar o São Paulo enfim voltou a incomodar o Palmeiras num chute colocado de Helinho que Weverton espalmou.
 
O segundo tempo começou como terminou o primeiro, ou seja, com Weverton trabalhando. Aos 7 minutos Volpi deu um bicão, Felipe Melo vacilou e Daniel Alves surgiu livre na cara do goleiro, que fechou bem o ângulo e evitou o gol com o pé.

Para não deixar o São Paulo se animar, o Verdão respondeu prontamente: aos 8 Gabriel Menino experimentou de longe e viu Tiago Volpi se esticar todo para evitar o golaço. Aos 13 minutos Dudu enfiou para Veron, que sem ângulo chutou para fora.

Aos 16 minutos Marcos Rocha foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Luiz Adriano, que carimbou o travessão. A jogada prosseguiu e Victor Luis soltou a bomba e parou em outra boa defesa do goleiro adversário.

Para tentar dar um novo gás ao sistema ofensivo, aos 18 minutos o técnico Vanderlei Luxemburgo trocou Veron por Willian. Pouco depois, aos 21 foi a vez de Ramires dar lugar a Zé Rafael. O camisa 18 saiu aplaudido.

O São Paulo chegava esporadicamente, mas conseguia levar perigo. Aos 27 minutos Daniel Alves finalizou da entrada da área e a bola passou perto da trave direita de Weverton. Aos 32 a última mexida no Verdão: Gabriel Menino foi substituído por Patrick de Paula.

Com os dois times sentindo o forte calor de Araraquara, os últimos 15 minutos foram de menos emoção. Aos 39, após cruzamento de Dudu, a bola sobrou para Willian tentar de voleio, mas Arboleda desviou. Nos 4 minutos de acréscimo nada aconteceu.

Com o empate no clássico o Palmeiras vai a 4 pontos cai para a terceira colocação do Grupo B, já que Novorizontino e Santo André venceram e foram a 6 pontos. O Botafogo é o lanterna ainda sem pontuar.

Quarta-feira (29/1) o Verdão volta a atuar como mandante, desta vez no Pacaembu, contra o Oeste. O jogo será no ingrato horário das 19h15.
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!