TIME NAS MÃOS ( 15/05/2017 )
 


Depois do jogo ficou evidente que o técnico "Cuca" tem o time esmeraldino nas mãos. Basta que olhe para qualquer jogador e a resposta vem imediata. Sinergia de uma "Sociedade" que jamais deveria interromper o bom trabalho começado em 2016.

Mas os caprichos do futebol a cada dia nos ensinam que presumir a continuidade com outras peças que não as originais demandam confiança e tempo, o que para os objetivos da "Sociedade" não seriam valores viáveis.

Erro cometido, acerto pontual. A troca efetuada trouxe paz e autoestima, além de uma surpreendente sincronia entre "Cuca", "Galiotte", "Mattos" e "Crefisa". Aguardem! Informações de bastidores contabilizam novos reforços chegando. Contudo, mais importante que reforçar as linhas é a convergência de ideias.

Afora paz e autoestima, "Borja" disse adeus à seca de gols, "Jean" e "Tchê Tchê" voltaram a alternar funções e o jogo de "Dudu" e "Guerra" tornou a brilhar.

Capítulo à parte, "Prass" fez a diferença quando o "Vasco" ainda respirava, mesmo que por aparelhos. Goleiro diferenciado é assim.

Como diria "Cuca": "É no jogo a jogo". Mas que o tamanho da vitória nos entusiasma, isso não nos deixa dúvidas.

Agora é desligar a chave do "Brasileiro" e pensar na "Copa do Brasil". Também no "jogo a jogo".



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!