QUESTÕES PESSOAIS QUE OS HOMENS DIGNOS NÃO ESQUECEM (29/03/2019)
 


Permita-me corrigí-lo, se você pensa dessa forma, mas assim como a contagem de títulos nacionais não pode começar em "1971", nossas diferenças com um de nossos concorrentes não podem começar em "2014", no episódio "Alan Kardec".

Esse concorrente ao qual me refiro possui uma extensa "capivara" que teima cruzar os nossos passos.

Gol a favor anulado (1971) e gol contra validado (2008) exemplificam fatos que fizeram nosso sangue latino borbulhar.

Contudo, a causa teve como início a "Primavera de 1942", momento que não vivi, mas aprendi a não esquecer.

Um clube tradicional e que diz pautar-se por uma história limpa e cristalina, nem sempre privilegiou a transparência de seus atos, não medindo esforços para aumentar seu patrimônio de maneira duvidosa e comprometedora, quer seja à época do "Estado Novo", quer seja durante a famigerada "Ditadura Militar".

Uma célula inexpressiva de seus torcedores conheceu tais fatos, pois aquilo que não se deve conhecer se varre para debaixo do tapete, assim alienando a maioria, feito gado de corte.

Entre o leste popular e o sul aristocrático, meu desafeto maior respira ares sulistas. Afinal, você tem o direito de admitir o contrário, mas no leste - penso eu - temos um adversário e no sul temos um inimigo.

Por isso, neste final de semana vencer vai além de um jogo de futebol.



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História... Amizades... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira poesia perdidas.

comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!