UM ANO DEPOIS (26/08/2013)
 


Até parece que foi ontem! Chegamos ao “centenário alviverde” e aquela ansiedade foi desacelerando gradualmente. É perfeitamente normal! Afinal, para quem disputou as trinta e oito rodadas da Série B como se disputasse o Mundial ...

Renascidos das incertezas de 2013 disputamos até aqui uma temporada intensa, digna de um clube com tamanha torcida. A “arena” incorporou o papel de caldeira – ou inferno? - alviverde. Resistir ao “exército palestrino” é praticamente impossível. A rivalidade voltou e colocou fronteiras dentro do município paulistano.

Estadual, Nacional, Libertadores ou Mundial, não importa o campeonato. A consequência do sucesso está no planejamento profissional. Certamente estamos entre aqueles que operam diante da modernidade do Século XXI.

O fatos mudaram de tal maneira que o exigente palmeirense não discute mais os assuntos que outrora polemizava. Jogadores duvidosos ou dirigentes folclóricos fazem parte da “caixa de Pandora” de nosso passado. Nosso centenário merece o silêncio das cornetas esmeraldinas.

***

Que fique aqui gravado, nas linhas desta coluna, que o “grande Palmeiras” dos noventa e nove está plantando a futurística Sociedade Esportiva Palmeiras” dos cem anos. Que o ano de 2014 depende de 2013. E que cada palestrino, comprometido diariamente ou não, é super importante na hora de se escrever as novas páginas da história de um clube fundado em 1914.

Que o “grande Palmeiras” tenha o direito irrestrito à felicidade.



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História.... Amizades ... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira e poesia perdidas.

Visite o nosso espaço eletrônico, "À LUZ DA CATEDRAL" -
www.catedraldeluz.blogspot.com


comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!