CONVERSA COM DEUS (16/09/2013)
 


Oscar, um dos maiores jogadores de basquete da História, em recente entrevista afirmou ter conversado com "Deus", durante jogos decisivos de sua carreira.

Oscar falava de algo similar ao êxtase, quando parece que o adversário estava congelado ou em câmera lenta e o escolhido era a única criatura capaz de produzir efeito à causa do momento.

Entretanto, um elemento fomentava o objetivo. Causa e efeito dependiam dele. A confiança depositada no escolhido por parte do torcedor era fundamental.

Oscar ao produzir vitória respondia às ansiedades encontradas no íntimo de cada torcedor. Essa confiança entre "escolhido e escolhedor" era plantada dentro do elenco e a "conversa com Deus" uma consequência dessa sinergia.

A sinergia pode existir entre a equipe alviverde e seus simpatizantes?

Exigente,  o torcedor consegue enxergar as limitações do time, embora cobre dele mais do que ele pode oferecer. Entende que o Palmeiras é um grande clube sendo reconstruído e que provavelmente voltará a ser uma grande equipe, mas critica seu desempenho como se ele fosse representado pelo germânico Bayern München.

Em virtude da forma como a imprensa publica nossas notícias, nossos adversários entram em campo insuflados e fazem do jogo uma guerra de guerrilha. Acham que a tática pode operar milagres e confundem violência com virilidade. A tendência de nossos jogos, salvo melhor juízo ou arbitragem enérgica, é terminarem cobertos em polêmica - vide Valdívia, futebolista ou boxeador?

Porém, as cobranças prosseguem, não bastassem as notícias de duplo sentido, os concorrentes querendo ganhar à fórceps e a arbitragem permissiva. Infelizmente, a  torcida divorciou-se da equipe esmeraldina.

Psicologicamente é hora de trazer alegria de Florianópolis. Equipes como o Avaí (6°) não podem envolver o "grande Palmeiras" com a pura garra dos competidores.

Quem sabe depois, o final de semana reserve a casa cheia, pois é hora da sinergia materializar a "conversa com Deus."



***

O escritor e colunista Catedral de Luz nasceu na turbulenta década de 60 e adquiriu valores entre as décadas de 70 e 80 que muito marcaram sua personalidade, tais como Palmeiras, Beatles, Letras, Espiritismo e História.... Amizades ... Esposa e Filha.

Os anos 90 ensinaram-lhe os atalhos, restando ao novo século a retomada da lira e poesia perdidas.

Visite o nosso espaço eletrônico, "À LUZ DA CATEDRAL" -
www.catedraldeluz.blogspot.com


comments powered by Disqus
acesso rápido
 
 
 
 
 

Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!