Por Eduardo Luiz, da Redação PTD - 12/09/2018 - 23:54h.
Verdão joga mal, é prejudicado pelo apito e perde em casa para o Cruzeiro
Palmeiras sofre gol relâmpago e larga atrás na semifinal da Copa do Brasil. Empate legal nos acréscimos foi anulado mesmo com VAR.

Dúvidas desde o começo da semana, Bruno Henrique e Borja foram para o jogo, que teve o Verdão tomando a iniciativa. Aos 2 minutos Willian desarmou Egídio e cruzou para a área buscando Borja, mas a bola bateu em Moisés e saiu em tiro de meta. Aos 4 Dudu deu bom passe para Borja, que ganhou dos dois zagueiros e chutou para ótima defesa de Fábio.

A torcida presente ao Allianz Parque ainda lamentava o gol perdido quando o Cruzeiro contra-atacou e abriu o placar. Thiago Santos falhou num bote no meio-campo e a equipe visitante foi rápida para ficar com dois contra 1: Robinho passou para Barcos bater na saída de Weverton: 1 a 0.

O Verdão tentou não se abalar com o gol relâmpago e seguiu melhor. Aos 7 minutos Moisés experimentou da entrada da área, por cima do travessão. Aos 10 Borja arriscou de canhota, para fora. Ainda dentro do minuto 10 Dudu recebeu de Diogo Barbosa dentro da área, fintou seu marcador e bateu colocado, rente à trave esquerda de Fábio.

O gol de empate parecia questão de tempo. Aos 13 minutos Moisés foi à linha de fundo e cruzou para Willian bater errado na bola, mas ela ganhou efeito e bateu no travessão antes de sair. Depois de 4 chances perdidas, o Palmeiras diminuiu o ritmo e passou a ceder alguns espaços para o Cruzeiro. Aos 21 minutos Robinho cobrou escanteio, Dedé ganhou da defesa alviverde e desviou por cima.

Aos 28 minutos o time de Felipão trabalhou bem a bola: Dudu acionou Willian, ele trabalhou de de pivô e ajeitou para Borja acertar a rede, mas pelo lado de fora. Aos 31 Bruno Henrique recebeu de Diogo Barbosa e chutou de longe, fraco, fácil para o goleiro. O lateral, que já havia passado por 2 marcadores, ficou reclamando o passe, com razão.

Nos últimos minutos do primeiro tempo o Cruzeiro foi superior. A equipe de Belo Horizonte subiu a marcação e impôs dificuldade ao Palmeiras na saída de bola. Dudu, Mayke, Thiago Santos e Antônio Carlos erraram seguidos passes. Aos 41, após uma dessas vaciladas, quase saiu o segundo gol dos visitantes: Thiago Neves cruzou por baixo para Arrascaeta chegar dividindo com Weverton, que levou a melhor.

O Palmeiras voltou para a etapa final com Lucas Lima no lugar de Thiago Santos, e logo aos 2 minutos o meia participou do jogo cobrando uma falta que Antônio Carlos escorou por cima, sem perigo. Aos 11 Dudu cruzou fechado demais para Borja, transformando o passe numa finalização que passou perto do travessão.

Mesmo sem fazer a pressão desejada pela torcida, o Verdão tentava o empate. Aos 18 minutos Bruno Henrique enfiou para Mayke chutar forte, rasteiro, mas Fábio segurou. A outra chance só foi surgir aos 31 minutos, quando Willian experimentou de longe; Fábio espalmou e na sobra a defesa afastou.

Com o time enfrentando muita dificuldade de passar pela marcação do Cruzeiro, aos 32 minutos Felipão trocou Borja por Artur. Aos 34 Moisés fez boa jogada e tocou para Lucas Lima bater cruzado, parando em ótima defesa de Fábio, que tirou com a ponta dos dedos.

Aos 35 minutos Edílson interceptou um chute de Willian com a mão quase na linha da grande área; o árbitro assinalou a falta e na sequência foi xingado pelo cruzeirense, que foi expulso. Na cobrança da falta, Lucas Lima carimbou a barreira. Com um jogador a mais, Scolari queimou a última alteração: Bruno Henrique deu lugar a Marcos Rocha.

Em função da cera promovida pelo Cruzeiro em todo segundo tempo, o árbitro deu 7 minutos de acréscimo, quando o Verdão enfim conseguiu uma pressão. Aos 42 minutos Diogo Barbosa cruzou e Egídio só não fez contra porque Fábio fez milagre. Aos 50 minutos Lucas Lima acertou o travessão.

No último lance da partida Diogo Barbosa levantou para a área, Fábio trombou com Léo e a bola sobrou para Antônio Carlos, que empatou, mas o árbitro assinalou falta do cruzeirense no próprio companheiro. Uma bizarrice avalizada pelo VAR. Logo depois o jogo acabou. As equipes voltam a se enfrentar no dia 26/09, no Mineirão.

Domingo (16/09) o Palmeiras visita o Bahia pela 25ª rodada do Brasileirão. O jogo será disputado às 16h, na Arena Fonte Nova.

Notícias relacionadas:

- Notas de Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro
- Ficha técnica de Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro
 
Vai comentar? Leia e respeite nossas regras
 
Para comentar usando o plugin do Facebook clique aqui
 
 
comments powered by Disqus
 
Os comentários feitos neste espaço não representam a opinião do Palmeiras Todo Dia. A responsabilidade sobre eles são de seus respectivos autores.
Palmeiras Todo Dia | O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
 
 
Palmeiras Todo Dia - O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!